Grêmiopédia - A enciclopédia do Grêmio

Acesse nosso novo site, a Grêmiopédia.

Todos os títulos do Grêmio

Como foram os grandes títulos do Imortal, do Mundial até os torneios internacionais.

A Conquista das Três Américas

Conheça a primeira conquista gremista das Américas nos anos 50.

Histórico de Confrontos

Confira o histórico de confrontos do Grêmio contra os mais variados times do Mundo.

Histórico de Campanhas

Histórico de campanhas gremistas na Libertadores, Brasileirão e outras competições.

O Dia em que o Grêmio venceu a URSS

Conheça essa façanha esquecida

31/01/2011

GAUCHÃO'11: Vencemos quando é importante


Mais uma vez na história mais que centenária do clássico Gre-Nal o Grêmio vence quando o clássico realmente vele alguma coisa. Conforme levantamentos históricos, podemos observar que a supremacia vermelha em clássicos resume-se estritamente a disputas de jogos sem significância para o lado Azul.

O Grêmio, como todos já sabem, venceu mais Gre-Nais em Campeonatos Brasileiros, a competição em que o confronto tem mais peso; o Internacional, por sua vez, tem mais vitórias em amistosos, o extinto campeonato citadino, a desinteressante Sul-Americana e o Gauchão. Conclui-se, sem muito esforço, que a real supremacia no clássico vem quando a disputa é realmente interessante para o Grêmio, como foi para os reservas em Rivera no Uruguai.

Tanto Grêmio quanto Inter queriam vencer o último clássico, pois além de dar mais tranquilidade na disputa do estadual tem como gostinho especial vencer o primeiro Gre-nal em território internacional. Em 1909, o Grêmio venceu o PRIMEIRO CLÁSSICO GRE-NAL da história por humilhantes 10X0. Na data de 1935 o Tricolor venceu o GRE-NAL FARROUPILHA. Nos anos 60 o Imortal venceu o PRIMEIRO GRE-NAL INTERNACIONAL oficial, na disputa da Taça Rio da Prata. Recentemente, em 2009, o Grêmio venceu o GRE-NAL DO CENTENÁRIO e em 2011 vencemos o PRIMEIRO GRE-NAL EM TERRITÓRIO INTERNACIONAL, ou seja, mais de 100 anos vencendo quando realmente importa, quando fica para a história.


Primeiro tempo

A primeira etapa começou como todo clássico, truncado, mas com o Grêmio tomando a frente do ataque. Foi do Imortal a primeira oportunidade de abrir o marcador, aos 6min Diego Clementino mandou a bola para o gol e Muriel fez uma boa defesa com as pernas.

O ataque gremista falhou várias vezes em que o momento de jogo era todo nosso. O Tricolor dominava a equipe colorada que somente se destacava nas belas defesas do goleiro alvirrubro.


Foto: Ricardo Duarte/ClicRBS
Bruno Collaço marcou o primeiro gol do Grêmio

Mesmo com a superioridade foi somente aos 26min que uma nova boa chance apareceu. Em uma jogada no gol adversário o zagueiro colorado Rodrigo mandou contra a própria goleira, mas Muriel, atento, fez uma ótima defesa (é melhor do que Renan, Lauro e afins).

Depois de muito tentar e pouco conseguir o Grêmio acabou pecando por não fazer o gol. Aos 38min Marquinhos mandou para Guto que estufou a rede gremista, quem não faz leva.


Foto: Edu Andrade/Gazeta Press
Pouco público, mas torcida gremista presente

Depois da bucha colorada o Grêmio apagou. Aos 43min os vermelhos quase conseguiram ampliar em uma cobrança de falta com Guto e aos 45min Ricardo quase ampliou também. Por sorte terminava o primeiro tempo.


Segundo tempo

Com o time atrás no marcador, Roger tratou de dar ânimo a equipe gremista. A palestra no vestiário surtiu efeito, tanto que o Grêmio voltou disposto a resolver a partida com o mesmo vigor que havia começado o jogo.


Foto: Edu Andrade/Gazeta Press

Aos 8min Weslley, após cobrança de Maylson, cabeceou para o gol colorado, mas Muriel fez outra grande intervenção. O goleiro colorado foi o nome da partida que poderia ter terminado como no primeiro clássico da história, ou até melhor.

O Imortal pressionava como no começo da primeira etapa, mas errava no último toque. Aos 13min, todavia, a bola entrou. Bruno Collaço cobrou uma falta direto para as redes coloradas, o guri voltou com tudo da Ponte Preta.


Foto: Edu Andrade/Gazeta Press
Primeiro gol de Lins foi na hora certa

Com o Grêmio empilhando chances o Inter pouco saia, mas com perigo. Aos 27min Nathan perdeu a bola, Lins roubou e foi até o gol de Muriel para sagrar o Grêmio vitorioso em um jogo cheio de erros e falta de qualidade, mas com muita raça e entrega.


Resultado/ Próximo jogo

Com o resultado chegamos a 11 pontos na segunda colocação do Grupo 2, que tem como líder o Juventude com 1 ponto a mais. A liderança da chave pode vir na próxima partida já que os alviverdes jogam contra a equipe principal do Inter no Beira-Rio e uma vitória no próximo jogo pode nos dar a tranquilidade absoluta nesta fase da competição.

Antes do Gauchão, nossa próxima partida é pela Copa Libertadores da América. No jogo de volta contra os uruguaios do Liverpool precisamos empatar, por 0X0 ou 1X1, ou de uma vitória por qualquer placar. O jogo será dia 2/02, às 21h no estádio Olímpico.

Pelo Campeonato Gaúcho nossa próxima partida é dia 13/02 no Estádio do Vale contra a equipe do Novo Hamburgo que anda decepcionando em 2011. O jogo será domingo às 17h.



Vídeo:

28/01/2011

Só falta você! 100 mil pela América

Grêmio 3x2 Seleção de El Salvador - Copa El Salvador del Mundo de 1981



Em 81, ano da conquista do primeiro Campeonato Brasileiro, o Grêmio excursionou a América Central e foi a El Salvador para participar da Copa El Salvador Del Mundo com Vitória de Setubal de Portugal e a Seleção do país.

No primeiro jogo a equipe gremista aplicou assustadores 5X0 na equipe européia. Na final o Grêmio venceu a seleção nacional de El Salvador por 3X2, gols de Newmar, Baltazar e Vilson Tadei, e sagrou-se campeão do torneio.

 
JOGO:
04/08/1981 - Grêmio 5x0 Vitória de Setubal (POR)
06/08/1981 - Grêmio 3x2 El Salvador


DADOS DO JOGO
Local:San Salvador/El Salvador
Data:06/08/1981
Árbitro:Carlos Ortiz Cardozo
Gol:Newmar, Baltazar e Vilson Tadei (Grêmio) - Rivas e Ruganas (Seleção El Salvador)



 GRÊMIO
EL SALVADOR
LEÃO
MARA
PAULO_ROBERTO
CASTILHOS
NEWMAR
ROVEL
VANTUIR
TAGUAGA
CASEMIRO
RECINOS
CHINA
QUINTERO
PAULO_ISIDORO
HUESSO
VILSON_TADEI
RUGANAS
TARCISO
RIVAS
BALTAZAR
HERNANDEZ
ODAIR
JORGE_GONZALEZ
TÉCNICO: ENIO ANDRADE
TÉCNICO:



Equipe gremista de 1981

27/01/2011

LA'11: A culpa foi da defesa

Ontem iniciamos nossa jornada na Copa Libertadores da América de 2011, pode ser uma longa caminhada ou nem tanto, só depende do quão a instituição Grêmio deseje a conquista. Os reforços precisam obrigatoriamente chegar, alguns nomes já estão na mesa, mas justo os que nos empolgam são os descartados.

No jogo de ontem contra a aguerrida equipe do Liverpool o Grêmio pecou, a defesa do Imortal foi sofrível, motivo de nossa "derrota". Victor teve um erro absurdo no primeiro gol, enquanto os zagueiros estavam mais preocupados com a distância que seus chutões poderiam tomar do que com o ataque adversário.

No fim o resultado foi péssimo por aquilo que esperávamos da partida. A situação é arriscada, ainda mais vendo a fragilidade que a equipe gremista apresentou em determinados momentos de jogo, com faltas bobas, chutes despretensiosos e erros primários que proporcionava contra-ataques.


Primeiro tempo

O jogo iniciou todo para o nosso lado, a equipe de Portaluppi começou pressionando em busca do primeiro gol que não tardou em chegar. Logo aos 6min, Douglas cobrou escanteio e André Lima cabeceou na trave, a bola bateu no goleiro e foi mansinha para o gol. Liverpool 0X1 Grêmio.


Foto: Terra Esportes
André Lima foi um dos destaques da partida
Os gremistas mal tiveram a chance de comemorar, em uma cobrança de falta de Franco, a bola foi direto para o gol de Victor que estava adiantado e não conseguiu fazer a defesa. O goleiro gremista cometeu um erro grosseiro porque estava ajudando a zaga a marcar, tomou um gol por cobertura.

Depois do empate o Grêmio começou a se impor novamente. Aos 14min, Douglas cobrou uma falta do meio do campo direto para as redes, mas a arbitragem validou como gol de André Lima (que teria encostado na bola de cabeça, antes dela entrar), fiquei na dúvida.

Foto: Terra Esportes
Douglas marcou o segundo gol do Grêmio

Com a vantagem o Imortal foi para o ataque para matar o jogo e quase conseguiu ampliar. Mesmo com a pressão gremista, foi o Liverpool que conseguiu o gol. Aos 25min, Franco, novamente, mandou para Guevara que cabeceou para as redes, mais um grande erro da zaga gremista que ficou só assistindo o lance.

Depois do gol dos uruguaios o Grêmio se perdeu na partida, o número de passes errados começou a aumentar e o Liverpool cresceu e tentou atacar o gol de Victor até o fim do primeiro tempo.


Segundo tempo

Na segunda etapa o Tricolor deu um esboço de que começaria como no primeiro tempo, Gilson recebeu boa bola e mandou na trave. Apesar do primeiro lance, foi o Liverpool que começou a tomar as iniciativas do ataque. Aos 12min Victor fez uma ótima defesa evitando a virada platina.

Foto: Terra Esportes

A equipe uruguaia pressionava, mas sem qualidade, enquanto o Grêmio errava muitos passes, principalmente com Gilson. Houve um principio de confusão em uma cobrança em que André Lima foi na sobra da bola e, sem intenção, chutou o goleiro adversário.

Foto: Terra Esportes
Para Renato o resultado foi satisfatório

O Liverpool tomou conta da partida no final, até porque estão treinando a mais tempo e resistiram ao cansaço melhor que os jogadores tricolores. Até o final da partida não ocorreu nenhum lance importante, pois, mesmo cansados, os jogadores gremistas conseguiram anular os ataques adversários.


Resultado / Próximo jogo

Com o 2X2 o Grêmio pode empatar em 0X0 ou 1X1 que fica com a vaga na fase de grupos, se ocorrer mais um resultado de 2X2 a decisão vai para os pênaltis.

Nosso próximo jogo é domingo no estádio Atílio Paiva em Rivera, clássico Gre-Nal, às 19h15min. Pela Libertadores a partida de volta é dia 2 de fevereiro, quarta, no estádio Olímpico Monumental, às 22h.


Vídeo:


26/01/2011

EXÉRCITO: Reforço a caminho




Parece que a direção do Grêmio está sim trabalhando, segundo informações, reforços podem pintar no Olímpico ainda nessa semana.


Rodolfo:

O primeiro confirmado é o zagueiro Rodolfo do Lokomotiv da Rússsia. O clube russo liberou o jogador hoje a tarde por empréstimo de 1 ano com o Imortal. A dias o jogador vem dando informações sobre as tratativas de sua repatriação pelo Twitter e hoje cedo seu site oficial confirmou a conclusão das negociações.

Rodolfo foi liberado pelo Lokomotiv

Nome: Rodolfo Dantas Bispo
Idade: 28 anos
Altura: 1,83m
Peso: 77 Kg
Títulos: Campeonato Carioca em 2002, Copa da Ucrânia em 2005e 2006 e Copa da Rússia em 2007.



Alejandro Lembo

Além de Rodolfo, o Grêmio parece estar interessado em mais um zagueiro, Alejandro Lembo do Nacional do Uruguai. O defensor que é o atual capitão da equipe castelhana é um jogador experiente, como quer Renato. Segundo os jornais uruguaios, o Grêmio fará proposta por ele na passagem que terá no Uruguai para enfrentar o Liverpool pela Libertadores. O jogador já jogou na Europa pelo Parma da Itália, Bétis da Espanha e Aris da Grécia, além da Seleção Uruguaia em 2002.
 

Lembo jogou pela Seleção Uruguaia em 2002
 
Nome: Alejandro Lembo
Idade: 33 anos
Altura: 1,88m
Peso: 82 Kg
Títulos: Campeonato Uruguaio da 2ª Divisão em 1997, Copa da Itália em 2001, Campeonato Uruguaio em 2001, 2002, 2007 e 2009, Copa da Espanha em 2005.



Dátolo

Finalmente, o que eu mais torcia para chegar pode estar vindo, um meia. O Grêmio carece de jogadores de qualidade no setor e Dátolo, se for parecido como era no Boca, será um grande reforço para a equipe. Segundo o ClicRBS, rádios espanholas estariam comentando sobre a vinda do jogador para o Imortal por empréstimo de 1 ano. Vamos esperar.


Dátolo fez grande sucesso no Boca


Nome: Jesús Alberto Dátolo
Idade: 26 anos
Altura: 1,75m
Peso: 67 Kg
Títulos: Vice-Campeão Argentino 2005, Copa Libertadores em 2007, Recopa em 2006 e 2008, Campeonato Argentino Clausura em 2006, Campeonato Argentino Apertura 2008, Vice-Campeão Mundial 2007, Copa da Catalunha 2010.



25/01/2011

Grêmio 2X0 Inter - Torneio Internacional de Porto Alegre de 1971


A cidade de Porto Alegre foi palco de uma competição futebolística de cunho internacional no ano de 1971. Grêmio e Internacional representado a cidade e Rapid Bucarest da Romênia e CSKA da Bulgária representando a Europa no torneio.

Na fase classificatória as equipes gaúchas jogavam contra os europeus. No primeiro jogo o Grêmio venceu a equipe do CSKA por 2x1, gols de Domingos e Loivo, enquanto o Inter perdeu para o Rapid por 2X3. No segundo jogo mais uma vitória gremista, agora de goleada, 3X0 no Rapid, gols de Flecha, Paraguaio,  e Paíca. O Inter venceu o CSKA por 2X0.

Na classificação o Grêmio estava com 100% e pegou o Inter, segundo colocado, na final. O jogo foi no estádio Beira-Rio, onde vencemos por 2X0, gols de Loivo e Gaspar, e levamos a taça para o Monumental.


OBS.: O título teve (além da taça) um gostinho especial, pois foi a primeira vitória do Grêmio no Beira-Rio sobre o Inter.


TIME
PG
J
V
E
D
GP
GC
SG
Grêmio09030300000701+6
Internacional03030100020403+1
Rápid (ROM)03020100010305-2
CSKA (BUL)00020000020104-3



JOGOS:
Fase classificatória:
09/02/1971 - Grêmio 2x1 CSKA
11/02/1971 - Grêmio 3x0 Rapid Bucarest
Final:
24/03/1971 - Internacional 0x2 Grêmio


DADOS DO JOGO
Local:Porto Alegre/ Brasil
Data:24/03/1971
Árbitro:Roque José Gallas
Gol:Gaspar e Flecha (Grêmio)



 GRÊMIO
INTERNACIONAL
JAIR
VALDIR
DOMINGOS
EDSON
DI
PONTES
BETO_BECAMARTE
VALMIR LOURUZ
EVERALDO
JORGE ANDRADE
JADIR
CARBONE
GASPAR
TOVAR
FLECHA
JANGADA
CAIO
SÉRGIO
ALCINDO
VALDOMIRO
LOIVO
DORINHO
TÉCNICO: OTTO GLÓRIA
TÉCNICO: DALTRO MENEZES 



Equipe gremista de 1971


24/01/2011

MATUTANDO: Quem é o culpado?



Já não é nova a notícia da saída do goleador Jonas do Grêmio, muitas opiniões formaram-se desde a notícia no princípio do dia, mas delas as que realmente se possa tirar proveito são poucas. O atacante saiu e isso é fato irremediável, o que pode ser feito é encontras os culpados e exigir reposição dos atuais responsáveis.


ANTIGA DIREÇÃO

Para mim, um dos grandes responsáveis pela saída do jogador são os antigos mandatários do clube. Segundo o ex-presidente Duda, o Grêmio só renovou com Jonas na época em que o futebol grego o queria porque o clube aceitou uma clausula de multa rescisória pequena. Convenhamos que se o jogador queria sair naquela época que fosse vendido por um valor decente e não a besteira que pagaram para o Imortal agora.

A direção antiga resolveu ter um resultado em curto prazo, mesmo que isso custasse milhões aos cofres do Grêmio. A idéia de curto prazo não vem só da renovação de Jonas, pois, desde que assumiram os dirigentes gremistas já haviam feito vários negócios que comprometeram o clube, este foi apenas mais um.


NOVA DIREÇÃO

Não bastando o nó que a antiga direção deu, a nova pecou mais uma vez, das tantas desde o começo do ano, em fortalecer o grupo DA LIBERTADORES. Ronaldinho, Gilberto Silva, Rodolfo e agora Jonas entram para a lista, que é ainda maior, de insucessos da nova direção em 2011.

Os erros que estão sendo cometidos não são poucos e podem custar mais um ano na seca de títulos de expressão. Apesar de tudo é a nova direção o menor peso da culpa sobre a saída de Jonas, se é que os novos dirigentes têm alguma.


JONAS

Muitos estão chamando o atacante de mercenário, apenas o chamaria de esperto. O jogador renovou seu contrato com o clube de forma que sua saída para a Europa fosse a mais tranquila possível, ele propôs e a direção aceitou, o que há de errado com isso?

A síndrome na torcida gremista na caça pelos mercenários é simplesmente ridícula. Nós chegamos a um ponto em que esquecemos que futebol é profissão e que nós em nossas vidas profissionais não faríamos diferente de Jonas se alguém nos oferecesse um emprego melhor, por exemplo.

O atacante não foi bandido como Ronaldinho, por exemplo. Ele fez uma proposta para a antiga direção, eles aceitaram e o jogador usufruiu de um direito que todos temos, o livre arbítrio.


TORCIDA

Aqui encontro o núcleo da culpa na saída de Jonas. A torcida tricolor é, sem dúvida, a maior culpada pela saída do jogador. Analisando com calma a situação é fácil ver como foram culpados os gremistas.

Em 2010 Jonas foi o mestre em fazer gols e todos os amavam, mas em 2009 não faltou vaias para ele. No começo de 2011, no SEGUNDO JOGO DA EQUIPE, no GAUCHÃO, o time guerreiro de 2010 foi vaiado, repito, VAIADO. Onde fica a inteligência de um torcedor que vaia um time com dois jogos de Gauchão jogados? Eu não sei.

Para Jonas é muito mais fácil ganhar mais na Europa jogando em um clube que quase não tem torcida para vaiar do que sofrer como em 2009, por exemplo. Não sou a favor do apoio incondicional, mas, para mim, vaias só no fim do jogo. Agora o atacante vai para um clube em que não será pressionado, enquanto nós vamos sofrer para aprender a torcer como em anos anteriores.


LIBERTADORES

Tá difícil! Eu, que estava no começo do ano achando que a copa estava na mão, agora não tenho tanta certeza se vamos longe na competição com o que temos. Falta um meio campo de qualidade para fazer dupla com Douglas (alguém com nome), um zagueiro xerifão para a defesa e um lateral esquerdo de qualidade, além da peça de reposição para o lugar de Jonas. Assim pode-se dizer que falta meio time e a direção, aparentemente, anda em passos de tartaruga, pois não contratou ninguém ainda.



Mudando de assunto

Parece que o Grêmio já pensa em Loco Abreu para o lugar de Jonas, pode ser uma boa ter o jogador de volta ao Olímpico. Segundo notícias, o avante não estaria feliz no Botafogo devido a uma crise dos jogadores com o treinador Joel, o que facilitaria a vinda.

Vamos esperar, pois depois das últimas notícias eu só comemoro quando o contrato está assinado.

GAUCHÃO'11: Agora é só Libertadores


 
Domingo o Grêmio fez seu último jogo antes da estréia na Pré-Libertadores. Nas duas últimas partidas ambas as equipes, titular e reserva, demonstraram uma boa evolução se comparado a jogos anteriores.

Contra a equipe do São José o Grêmio titular demonstrou ainda não estar perto da sua forma de 2010, mas a vitória contra o Zequinha dá moral para a equipe que viaja para o Uruguai para disputar contra o Liverpool uma vaga na fase de grupos da Libertadores.


O jogo

O Grêmio iniciou no ataque, tanto que as melhores chances de gol foram gremistas no começo de jogo. Aos 12min Jonas mandou para Gabriel que quase mandou para a rede, aos 16min mais uma vez o atacante gremista concluiu obrigando Rafael, goleiro do São José, a uma defesa difícil.

Foto: Jefferson Bernardes/Grêmio/Divulgação

Aos 29min mais uma grande chance gremista, Douglas cobrou uma falta que havia sido feita em Paulão e mandou a bola na trave. Empilhando chances, mas sem marcar o gol, o Grêmio teve de resistir aos contra-ataques dos adversários que saiam com perigo, principalmente no fim do primeiro tempo.

Na segunda etapa a equipe tricolor voltou desligada e o São José aproveitou para abrir o marcador. Lê mandou um chutão contra Victor que fez uma grande defesa, mas no rebota Marabá mandou para o fundo das redes. Grêmio 0X1 São José.

O Imortal sofreu o gol e logo foi ao ataque. Com muita qualidade a equipe gremista empilhou chances de gol, mas parava no goleiro Rafael, que fez uma grande partida. Após um momento de pressão no São José, foi a vez do Grêmio ser pressionado pelo adversário que foi em busca do segundo gol pelas brechas deixadas pela equipe tricolor quando saia para o ataque.


Foto: Roberto Vinícius/Futura Press
Jonas se irrita com a torcida.

Aos 30min o goleador Jonas manou um chutaço para o fundo do gol adversário, na comemoração foi até a torcida e xingou os torcedores. A ação do atacante foi devido as incansáveis vaias da torcida no setor das sociais (a mesma que teve desentendimentos com o grande Renato Portaluppi nos anos 80).

De mal com a torcida como um todo Jonas marcou mais um. Aos 36min, em uma cobrança de falta, o goleador mandou mais uma bucha, 2X0 para nós. Depois do gol não teve mais xingamentos e nem mais lances importantes na partida.




Depois de vencer o São José na sexta, o Grêmio visitou a equipe do Canoas no Complexo Esportivo da Ulbra no domingo. O último jogo no gaúcho antes da Libertadores foi de time reserva (somente com Lúcio, Adilson e Victor de titulares).


O Jogo

Como contra o São José, quem deteve o controle do jogo foi o Grêmio. A equipe mista não jogou tão bem como em Erechim contra o Ypiranga, mas conseguiu o resultado positivo, que é o que vale. Logo nos primeiros minutos o Tricolor se impôs sobre o adversário, mas chances claras de gol no começo não aconteceram.

Foto: Nabor Goulart/Agência Freelancer /Divulgação
Viçosa foi o nome do gol

A partir dos 27min de partida o Grêmio iniciou a pressão em busca do primeiro gol. A pressão só fez efeito real aos 40min quando Cleiton, do Canoas, colocou o braço na bola e foi marcado o pênalti para o Imortal. Na cobrança Junior Viçosa cobrou com a mesma categoria da sua comemoração. Canos 0X1 Grêmio.

No segundo tempo a equipe adversária voltou mais ofensiva e teve grande parte das chances de gol. Até os 20min de partida o domínio foi canoense com o Grêmio encolhido no campo defensivo. Somente a partir do meio do segundo tempo é que a equipe de Porto Alegre conseguiu se sobrepor na partida, mas nada que representasse uma grande superioridade sobre o adversário.


Foto: Roberto Vinícius/Futura Press
Renato se irrita com chances perdidas

O Grêmio conseguiu grandes oportunidades com Viçosa, Diego e Roberson que desperdiçaram em demasia. Tanto foi a irritação de Portaluppi que Viçosa e Roberson foram substituídos, mas as peças de reposição não conseguiram ampliar o marcador.

No fim da partida quase o empate. Eraldo marcou um gol aos 43min e saiu para a comemoração, mas a bandeirinha marcou impedimento que só ocorreu por alguns centímetros. Mais uma vez o Grêmio quase perde o resultado no fim de jogo, isso preocupa.



Resultado/ Próximo Jogo

Com os resultados o Grêmio é o líder do Grupo 2 com 8 ponto em 4 jogos, um jogo a mais do que seus concorrentes. O próximo jogo gremista é pela Pré-Libertadores contra o Liverpool do Uruguai no estádio Centenário em Montevidéu. O jogo será às 22h, dia 26/01.

Pelo Gauchão o próximo jogo é Gre-Nal em Rivera, no estádio Atílio Paiva. O jogo será dia 30/01, às 19h15min.




Vídeo:

21/01/2011

Grêmio 2X1 Tatabanya - Torneio Ciudad de Valladolid de 1981




O troféu "Ciudad de Valladolid" é uma competição realizada de 1971 até os dias de hoje. Tem entre os campeões as equipes como o Boca Juniors, Cruzeiro, Barcelona, Dinamo de Kiev, Real Madri e Olimpyque Lille.

Além dos renomados campeões, o Grêmio também conquistou a referida taça. No ano de 1981, o clube que viria a ser campeão brasileiro do ano conquistou o Troféu Ciudad de Valladolid vencendo o Tatabanya na final.

Participaram da competição Racing Santander e Real Valladolid da Espanha, Tatabanya da Hungria e Grêmio do Brasil. No primeiro jogo o Imortal venceu o Racing Santander por 3X0 e o Tatabanya o Real Valladolid por 2X1. Na disputa pelo terceiro lugar o Real Valladolid venceu o Racing Santander por um placar desconhecido e na final o Grêmio superou o clube húngaro por 2X1 e ficou com mais um título internacional.




TIME
PG
J
V
E
D
GP
GC
SG
Grêmio06020200000502+3
Tatabanya (HUN)03020100010303
-
Real Valladolid (ESP)03020100010102-1
Racing Santander (ESP)00010000020003
-3



JOGOS:

1ª Fase
Racing Santander 0x3 Grêmio
Real Valladolid 1x2 Tatabanya

3º Lugar:
Real Valladolid X Racing Santander (placar desconhecido)

Final:
Tatabanya 1X2 Grêmio

DADOS DO JOGO
Local:Valladolid / Espanha
Data:27/08/1981
Árbitro:Soza Martin
Gol:Heber (Grêmio) - Vonagi (Tatabanya)



 GRÊMIO
TATABANYA
LEÃO
KISS
UCHOA
SZABO
NEWMAR
LAKATOR
TANTUIR
UDVARDI
BAIDEK
FISCHER
BONAMIGO
EMMER
FLÁVIO
NUMITZ
VILSON_TEDEI
VONAGI
TARCISO
TOMAS
HEBER
HERMMANN
ODAIR
MEHES
TÉCNICO: ENIO ANDRADE
TÉCNICO:




Taça da competição
Equipe gremista de 1981



Retrospecto do Grêmio em competições


O blog ClicGrêmio disponibiliza a partir de agora uma relação atualizada de todas as participações do Grêmio em grandes competições nacionais, internacionais e regionais.

Para visualizar como o Imortal foi na competição é só clicar no link do ano ou retrospecto geral.




INTERNACIONAIS



Mundial Interclubes - Retrospecto Geral 


Copa Libertadores da América - 1982, 1983, 1984, 1990, 1995, 1996, 1997, 1998, 2002, 2003, 2007, 2009 e 2011 - Retrospecto Geral


Supercopa Libertadores da América - 1988, 1989, 1990, 1991, 1992, 1993, 1994, 1995, 1996 e 1997 - Retrospecto Geral


Recopa Sul-Americana - Retrospecto Geral


Copa Mercosul - 1998, 1999 e 2001 - Retrospecto Geral


Copa Conmebol - 1992 e 1994 - Retrospecto Geral


Copa Sul-Americana - 2003, 2004, 2008 e 2010 - Retrospecto Geral





NACIONAIS


Campeonato Brasileiro - 2011, Retrospecto Geral


Copa do Brasil  - Retrospecto Geral


Supercopa do Brasil - Retrospecto Geral




REGIONAIS


Campeonato Gaúcho - Retrospecto Geral


Copa FGF / Copa RS - Retrospecto Geral






.

20/01/2011

GAUCHÃO'11: Nada mais do que o esperado


Ontem a equipe do Grêmio B enfrentou o Ypiranga de Erechim no estádio Colosso da Lagoa pela segunda rodada do Campeonato Gaúcho de 2011. O Resultado de 1X1 ao final da partida dividiu opiniões, entre os mais sensatos o empate já era previsto, já para os menos lógicos o Imortal sofre sua primeira crise do ano.

É nítido o interesse de alguns da imprensa gaúcha de querer criar crises para o Grêmio de 2011. A relação Portaluppi e Direção e o desempenho do time B e da equipe principal em apenas 2 jogos oficiais de começo de temporada e um jogo-treino parece ser o prato favorito de alguns repórteres que vendem notícias podres em troca de carniça.


O jogo

O Grêmio B em Erechim foi muito bem. Uma pena é ver o nível do campeonato em que o time reserva, ou menos do que isso, consegue amedrontar uma equipe principal do interior. A verdade é que só existe Grêmio e Inter no RS, uma pena já que gostaria muito de ver Juventude, Caxias, Brasil, Pelotas e Novo Hamburgo vencendo algumas edições do Gauchão (isso valorizaria a competição).


Foto: Edson Castro/Futura Press
Viçosa fez o único gol do Grêmio

Desde o principio a gurizada gremista tomava a iniciativa no jogo. A equipe do Ypiranga priorizou a defesa e o ataque tricolor encontrou dificuldades para chegar ao gol adversário. A primeira chance de gol foi do Imortal. No inicio da partida Clementino recebeu de Bruno Collaço e mandou para fora, não era a noite do atacante.

O Ypiranga tentava formar contra-ataques, mas também encontrava dificuldades. Até o final do primeiro tempo era o Grêmio que empilhava as melhores chances de gol na partida, principalmente com Junior Viçosa.

No segundo tempo, mais Grêmio. Logo no começo da partida o bom jogador Pessalli quase mandou a bola para o gol. Alguns minutos depois novamente Pessalli participou de outra jogada ofensiva, o guri passou para Roberson que mandou para Viçosa abrir o placar.

Foto: Edson Castro/Futura Press
Diego Clementino não conseguiu marcar iniciando pela primeira vez uma partida.

Depois do gol o Ypiranga saiu para o ataque e o Grêmio desperdiçou as chances de matar o jogo. A equipe de Erechim pressionou o Imortal que, já naquele momento, não saia tanto para o ataque em busca do segundo gol.

Mesmo pressionando, o Ypiranga não conseguia uma boa finalização. Aos 39min, entretanto, em uma bola parada, Mateus mandou à bola direto para o gol, empatada a partida. Após o gol adversário, o Grêmio não teve forças para marcar e o empate foi um bom resultado para o time B, fora de casa e contra a sempre boa equipe do Ypiranga.


Resultado/Próximo jogo

Com o resultado estamos na 5ª colocação do Grupo 2 com dois pontos. Nessa sexta-feira enfrentamos o São José de Porto Alegre no estádio Olímpico. O jogo será às 20h30min, dia 21/01.


Vídeo:


19/01/2011

Grêmio 2X2 Sport - Copa Internacional Renner de 1996

Em 1996 o Grêmio participou da Copa Internacional Renner, juntamente com Cerro Porteño do Paraguai, Nacional do Uruguai e Sport do Brasil. As partidas foram disputadas na cidade de Cidreira/RS com o patrocínio da empresa de tintas Renner.

Na primeira partida o Grêmio enfrentou o Nacional vencendo por 3X2. Assim foi para a final para disputar contra o Sport, que venceu o Cerro Porteño por 2X0. Na final o Grêmio empatou com o Sport no tempo normal e venceu nos pênaltis por 4X2 sagrando-se campeão da Copa Internacional Renner de 1996.



TIME
PG
J
V
E
D
GP
GC
SG
Grêmio06020200000504+1
Sport03020100010402+2
Nacional (URU)00010000010203-1
Cerro Porteño (PAR)00010000010002-2



JOGOS:

Grêmio 3x2 Nacional
Sport 2x0 Cerro Porteño

Grêmio 2X2 Sport - Grêmio 4X2 Sport (nos pênaltis)


DADOS DO JOGO
Local:Cidreira/ Brasil
Data:17/02/1996
Árbitro:Carlos Simon
Gol:Carlos Miguel e Sílvio (Grêmio) - Adriano e Jean (Sport)



 GRÊMIO
SPORT
MURILO
ALBÉRICO
ANDRÉ_VIEIRA
GIVALDO
RIVAROLA
ADRIANO
ADÍLSON
ERLON
ADÍLSON
GÍLVAN
DINHO
DARIO
GOIANO
ATHAÍDE 
MANOEL_TOBIAS
CHIQUINHO
CARLOS_MIGUEL
GAÚCHO
PAULO_NUNES
MARCELO
SÍLVIO
BIRA
TÉCNICO: LUIZ FELIPE SCOLARI
TÉCNICO: GIVANILDO 



Equipe gremista de 1996

17/01/2011

GAUCHÃO'11: Apenas o início da jornada


Sempre é preocupante empatar, ainda mais se for para o Lajeadanse, mas empate no primeiro jogo do ano é o mesmo do que classificação geral em início de campeonato, não prova nada. Nos últimos anos de Campeonato Gaúcho, por exemplo, ganhamos quase todas as estréias e mesmo assim não ganhamos nada de bom o ano todo.


O jogo

O Grêmio iniciou bem a primeira partida de 2011. Mesmo com as dificuldades de reiniciar os trabalhos após as férias, a equipe de Portaluppi começou administrando a partida com boas jogadas de meio campo, mas com o ataque, que não era o titular, pouco entrosado.

Apesar de levar perigo foi somente aos 38min que a superioridade gremista pode ser vista no marcador. Após uma falta muito bem cobrada de Fábio Rochemback, o zagueiro Rafa Marques mandou a bola para a rede, o primeiro gol de 2011.


Foto: Diego Vara/ClicRBS

Depois do gol a equipe de Lajeado ficou um pouco assustada, saindo para o ataque com mais cautela. Mesmo com o time mais cuidadoso a equipe do Lajeadense sofreu o segundo gol. Mestre Jonas tabelou com Gabriel que mandou para Viçosa que não conseguiu cabecear e, na sobra, Jonas mandou para as redes. Grêmio 2X0 Lajeadense.

Na segunda etapa o Grêmio já estava exausto. Mesmo com o domínio da partida e do placar o Imortal sofria com as investidas da equipe adversária.

Foto: Diego Vara/ClicRBS

Aos 22min, em um erro da defesa, o Lajeadense diminuiu com Rangel que venceu o goleiro Marcelo no lance e mandou para o gol. Neste momento os visitantes já eram superiores devido a questão física, pois enquanto o Grêmio vinha de apenas 10 dias de treinos os adversários estavam desde dezembro treinando.

Depois do gol o Grêmio tentou voltar ao ataque novamente, mas pecou nas finalizações e na atenta defesa adversária.

Enquanto nós tentávamos, eles faziam. Aos 40min Ramos do Lajeadense recebeu um lançamento e mandou de cabeça para o gol gremista. Após o empate faltou fôlego para o Grêmio que quase permitiu a virada histórica.


Resultado/ Próximo jogo

Com o empate ficamos na 5ª colocação do Grupo 2 com um ponto, dois a menos que o Juventude, líder da chave. Na próxima partida visitamos o Ypiranga de Erechim com o time reserva no estádio Colosso da Lagoa, às 22h, quarta-feira, dia 19/01.




Vídeo:


Web Page Traffic Counters

Visitantes desde 26/11/2011