28/07/2011

Direto do Grêmio Vencedor: Por que te calas?

Na reunião do Conselho Deliberativo desta terça-feira, dia 27, foi veiculada a informação de que a TORCIDA Geral do Grêmio agora constituiu-se como um grupo político dentro do clube. Nós, do Movimento Grêmio Vencedor (MGV), ouvimos tal anúncio com enorme surpresa. E ainda mais surpresos ficamos ao constatar que, junto dessa primeira manifestação, não vieram as explicações a respeito dos procedimentos que a Direção do Grêmio irá adotar diante desse fato novo.

Não queremos, com isso, questionar ou negar às pessoas a possibilidade de atuarem democraticamente dentro do seu clube do coração, aliás, saudamos o fortalecimento da democracia dentro da instituição, afinal defendemos a proposta da Cláusula de Barreira Zero, a plena democratização do Grêmio em todas as instâncias. Apenas ponderamos o quanto pode ser maléfico para a instituição o aparelhamento político de um grupo que até hoje atuou como torcida organizada. Os direitos e deveres precisam ser revistos!

Ousamos dizer que esta mudança de perfil poderá comprometer, inclusive, o futuro da Geral enquanto torcida, dado o caráter espontâneo e lúdico que sempre a pautou. Alertamos para o fato de que a “institucionalização” da Geral, nos últimos tempos, envolvendo o recebimento de valores e interesses políticos, resultou em fatos lamentáveis, fazendo com que as matérias jornalísticas relativas à tal torcida migrassem das páginas esportivas para as policiais. Agora essa instiucionalização ganha novos contornos, acrescida por um fato inusitado. E tememos, sim, pela forma como será conduzida essa transição.

Diante desse episódio, surgem alguns questionamentos:

1- Como podem as ditas “lideranças” apoderarem-se da Geral do Grêmio e torná-la um grupo político, se na sua concepção ela tem como objetivo apoiar o time dentro de campo? A Geral é uma instituição do Grêmio, não de meia dúzia de pessoas e nem de nenhum dirigente. A Geral é composta por simpatizantes de muitos grupos políticos e até por gremistas que não tem qualquer interesse na vida política do clube; por isso é tão imcompreensível algumas pessoas utilizarem-se dessa bandeira para ganhar projeção dentro do clube.

2 – Qual será a atitude da diretoria do Grêmio a partir desse momento em relação aos benefícios concedidos à Geral, como sala no Estádio Olímpico, ingressos, subsídio em viagens, financiamento de materiais? Irá cortá-los? Ou irá igualar tais benefícios a todos os grupos políticos do clube?

3 – Como a Grêmio Empreendimentos tratará essa questão em relação à Arena, onde um espaço foi projetado especialmente pensando na Geral do Grêmio? Teremos lá também espaços voltados aos outros grupos políticos do clube? Ou o grupo político Geral do Grêmio será o único detentor de um módulo privilegiado dentro do NOSSO estádio?

Aliás, por falar em Arena, surpreende-nos que, enquanto o departamento de futebol reclama de falta de recursos para reforçar um grupo que, acreditem, já custa ao redor de R$ 6 milhões/mês, sobra grana para os marqueteiros da Grêmio Empreendimentos. O time afundando dentro de campo e os dirigentes decolando em voos pessoais.

Sabemos que o assunto é precoce e ainda surgirão muitas informações a respeito. Apenas nos preocupa que a Direção do Grêmio não tenha se manifestado prontamente a respeito disso.

Ou melhor, na única vez que se manifestou sobre este tema, ainda que timidamente, foi para dividir a torcida entre os “gremistas de verdade”, seus correligionários, dos demais gremistas.

Atenção dirigentes gremistas: não temos mais uma torcida organizada Geral do Grêmio, mas um grupo político. E é dentro desse parâmetro que ele deve ser tratado agora, com as mesmas obrigações de todos os outros agentes políticos do clube.

Aguardamos uma manifestação oficial da Direção do Grêmio. Ou será mais interessante a ela ficar em silêncio




-----------------------------------------------------------------------------------------------



Com relação à notícia veiculada, as questões precisam realmente ser esclarecidas, da mesma forma, não podemos esquecer o que houve com a tradicional equipe do River Plate, que ia muito bem até que a torcida assumiu o comando do clube, agora estão na segunda divisão.

0 comentários:

Postar um comentário

Web Page Traffic Counters

Visitantes desde 26/11/2011