10/07/2011

BR'11: Será que engrena?


Hoje foi um jogo e tanto, o Grêmio se impôs diante da boa equipe do Coritiba no estádio Olímpico, essa atuação foi a melhor desde a vitória diante do Internacional no estádio Beira-Rio pela final do Gauchão. O primeiro tempo não pode ser considerado bom, mas o segundo foi arrasador, o time demonstrou uma estabilidade nos setores que não era vista antes, e pode melhorar ainda mais.

A dúvida é: será que engrena? sim, pois jogar dentro de casa contra um adversário que ainda não assimilou a derrota na Copa do Brasil pode não ser tão difícil assim, não podemos nos enganar, nossas próximas partidas são contra equipes fracas, temos que aproveitar para somar pontos, mas não esquecer que contra as forças do futebol nacional falhamos.

Antes da partida desse domingo houve turbulência no estádio, na chegada da delegação Odone foi massivamente vaiado pela torcida, em campo, após a vitória, não foi diferente. Na coletiva o mandatário tricolor disse que os que o vaiaram não são os verdadeiros gremistas e que o motivo é político. Resta claro o equivoco do Presidente, pois essa é a colheita do péssimo trabalho nas contratações de início de ano, confio que agora ele contrate mais uns dois jogadores para tornar o Grêmio realmente competitivo.


Primeiro tempo

O Grêmio iniciou bem a partida, não deu espaços para o adversário e adiantou a marcação para jogar no campo contrário. Aos 14 minutos a primeira boa chance, Escudero mandou a bola direto para o gol, mas o goleiro do Coxa, Edson Bastos, fez a defesa. O argentino vem demonstrando evolução a cada jogo, daqui um tempo será essencial ao grupo.

Foto: Jefferson Botega
No meio da primeira etapa o gás acabou, o Coritiba começou a jogar melhor e se aproveitar dos espaços deixados pelos gremistas. Os paranaenses levaram perigo ao gol do Imortal, mas o habilidoso goleiro Marcelo Grohe conseguiu salvar os donos da casa. Grata notícia saber que estamos tão bem servidos de goleiro, um é o da Seleção e o outro está se saindo melhor que o titular.

Aos 29 minutos os visitantes chegaram forte, isso porque Neuton deixou a bola escapar e Marcos Aurélio se aproveitou da situação para roubar a bola e mandar contra o gol do Grêmio, Grohe salvador conseguiu defender. Esse não foi o único erro de atenção dos gremistas, minuto antes Rochemback havia perdido a bola e propiciado uma chance de abrir o placar para os paranaenses, também salva por Marcelo.

Foto: Jefferson Botega
Mesmo com as finalizações, o Coritiba não conseguiu largar em vantagem e o Tricolor, em momento de mau futebol, não conseguia acalmar a torcida, que vaiava insistentemente. Resultado: final de primeiro tempo de uma apresentação mediana e muito medo nas arquibancadas do segundo tempo que estava por vir.


Segundo tempo

Depois do mau momento na primeira etapa, o Imortal voltou melhor para a partida. Aos 8 minutos a promessa gremista, Leandro, fez bela jogada e mandou para Escudero finalizar, quase. Dois minutos depois mais Leandro, o guri recebeu passe açucarado de André Lima e, na hora da conclusão, mandou a bola para fora.

Foto: Jefferson Botega
O Grêmio mantinha pressão em busca do gol e não demorou para balançar as redes. Aos 17 minutos Mário Fernandes mandou um passe fenomenal para Gilberto Silva, o volante só teve trabalho de mandar a redonda para as redes. Grêmio 1x0 Coritiba.

Com o primeiro gol os tricolores foram em busca do placar mais seguro, estável, o Imortal conseguia controlar todos os setores do campo e impor o ritmo ao rival. Os nomes do jogo, Leandro na frente, Escudero no meio e Grohe na defesa; deixaram a equipe muito bem encaminhada para o segundo gol. Sem tirar o mérito de Julinho Camargo que fez trocas pontuais no intervalo.

Foto: Jefferson Botega
Sentindo a pressão o Coxa tentou sair em contra-ataques, aos 24 minutos a melhor chance de empate dos visitantes. Bill recebeu a bola na cara de Marcelo, concluiu a gol, mas o goleirão conseguiu a defesa salvadora.

A resposta veio um minuto depois, Leandro cruzou para Douglas, com categoria o meia gremista deixou a bola passar entre as pernas e cair caprichosa nos pés de André Lima. O centro-avante não perdeu a oportunidade e mandou a bola direto para as redes, liquidando de vez com a partida.


FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 2 X 0 CORITIBA

Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)
Data: 10 de julho de 2011, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Sandro Meira Ricci
Assistentes: Marrubson Melo Freitas e Cesar Augusto de Oliveira Vaz
Gols: GRÊMIO: Gilberto Silva, aos 17 minutos, André Lima, aos 25 minutos do segundo tempo

Cartões amarelos: Edson Bastos, Emerson, Pereira, Jonas e Marcos Paulo (Coritiba)
GRÊMIO: Marcelo Grohe; Gabriel, Mário Fernandes, Rafael Marques e Neuton (Bruno Collaço); Fábio Rochemback, Gilberto Silva, Escudeiro (William Magrão) e Douglas; Leandro e André Lima
Técnico: Julio Camargo

CORITIBA: Edson Bastos; Jonas, Pereira, Émerson e Eltinho; Marcos Paulo, Léo Gago, Tcheco (Bill), Éverton Costa, Anderson Aquino; Marcos Aurélio (Éverton Ribeiro) e Leonardo
Técnico: Marcelo Oliveira



Resultado/Próximo jogo

Com a vitória chegados a 11 pontos, na 11º posição, estamos a 11 pontos do líder e 7 do G4. Com relação ao rebaixamento temos 3 pontos de vantagem. A situação é delicada.

Nossa próxima partida é dia 17 de julho, às 16h, fora de casa. O jogo será no estádio Orlando Scarpelli, domingo, contra a equipe do Figueirense.



Vídeo:




0 comentários:

Postar um comentário

Web Page Traffic Counters

Visitantes desde 26/11/2011