Grêmiopédia - A enciclopédia do Grêmio

Acesse nosso novo site, a Grêmiopédia.

Todos os títulos do Grêmio

Como foram os grandes títulos do Imortal, do Mundial até os torneios internacionais.

A Conquista das Três Américas

Conheça a primeira conquista gremista das Américas nos anos 50.

Histórico de Confrontos

Confira o histórico de confrontos do Grêmio contra os mais variados times do Mundo.

Histórico de Campanhas

Histórico de campanhas gremistas na Libertadores, Brasileirão e outras competições.

O Dia em que o Grêmio venceu a URSS

Conheça essa façanha esquecida

28/03/2010

GAUCHÃO'10: Grêmio vence, atinge 50 jogos de invencibilidade e afunda o Esportivo


O Grêmio venceu sem muitas dificuldades a equipe do Esportivo no estádio Olímpico Monumental neste domingo, o jogo amplia para 50 jogos os números de nossa invencibilidade em casa e deixa a tradicional equipe da Serra Gaúcha próximo da segunda divisão, ainda mais lembrando que os gringos terão pela frente a forte equipe do Novo Hamburgo na tentativa de se salvar.

Agora voltamos para a Copa do Brasil no jogo de volta contra a equipe do Votoraty, precisamos apenas de um empate para seguir adiante, mas uma vitória seria interessante para ampliar nossa sequência de vitórias consecutivas, estamos com 13 seguidas, e dar mais moral para as oitavas, onde enfrentaremos Coritiba ou Avaí.


Primeiro tempo

Com o domínio do jogo, a equipe tricolor não teve muitas dificuldades de chegar ao ataque, controlou bem o meio e foi segura na defesa. Na verdade trabalhamos no desespero do adversário que precisava do resultado, pois devido a chuva intensa antes da partida era difícil jogar com a bola no pé.

Foto: Jefferson Botega
Saindo um pouco da rotina, Willian Magrão assumiu o lugar de Maylson como destaque do jogo, mas não porque o meia jogou mal, muito pelo contrário, e sim porque o volante fez uma bela atuação. Aos 11 minutos Jonas apareceu pela direita arrancou em velocidade e mandou para Magrão que estava dentro da área, sem medo o gremista mandou a bomba para abrir o placar no Monumental.

Jogando mal desde o começo, o Esportivo investiu na marcação e fechou a defesa, mas não saiu muito para o ataque. Em uma das poucas chances, Robson mandou boa bola para Rodrigo Ítalo que, com a mira ruim, mandou por cima para fora.

Foto: Jefferson Botega
Do lado gremista muitos chutes de longe e pouca penetração na área adversária. No final da primeira etapa a equipe do técnico Silas tentou pressionar o Zebrão de Bento Gonçalves e por pouco não fez o gol, Maylson teve boa chance desperdiçada.


Segundo tempo

Repetindo a primeira etapa o Esportivo iniciou mal os 45 minutos finais. Com isso o Imortal encontrava chances para chegar com perigo em busca do segundo gol. Aos 12 minutos não foi possível suportar a pressão e os visitantes tomaram o segundo, Mithyuê fez uma jogada perfeita pela esquerda de ataque, e mandou para Maylson que, dentro da área, ampliou para o Tricolor.

Foto: Jefferson Botega
O adversário sabia que o resultado era irreversível, então buscou ficar na defesa para não dilatar muito o placar e sofrer no saldo, importante dado que as equipes que brigam junto para se salvar da segundona estão palmo a palmo. Mesmo assim o Grêmio continuou com chances de fazer o terceiro.

Mesmo melhor não conseguimos balançar as redes novamente, principalmente depois das mudanças de Silas que deixaram o Tricolor menos entrosado, diminuíram o ritmo e tiraram o Esportivo do sufoco de levar mais um. Agora o time de Bento vai para sua ultima chance de sair da péssima situação, dependendo de si e dos outros.



FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 2X0 ESPORTIVO
Data: 28/3/2010
Gols: No primeiro tempo, Willian Magrão (G), aos 11 minutos. No segundo, Maylson (G), aos 12.
Cartões amarelos: William, Yuri, Salini (E), Rochemback (G)
Arbitragem: Anderson Daronco, auxiliado por Carlos Selbach e José Inácio de Souza.
Renda: R$ 105.579.
Público: 9.375 (8.029 pagantes)
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre.
GRÊMIO: Victor; Edílson, Rafael Marques, Rodrigo (Ozeia) e Fábio Santos; William Magrão, Ferdinando (Fábio Rochemback), Maylson e Mithyuê (Bergson); Jonas e William.
Técnico: Silas
ESPORTIVO: Caio; Onildo, Fábio Fidéllis e Mateus; Róbson, William, Yuri (Pepe), Salini (Flaviano) e Rodrigo Ítalo; Cristiano Tiririca (Terrão) e Rafael Santiago.
Técnico: Leandro Machado




Resultado/Próximo jogo

Com a vitória completamos 13 jogos seguidos vencendo, 50 de invencibilidade no Olímpico e garantimos o primeiro lugar no Grupo 1 e ganhamos uma gordurinha na liderança da classificação geral.

Nossa próxima partida é pela Copa do Brasil. No jogo de volta da segunda fase o Grêmio enfrenta os paulistas do Votoraty no dia 1º de abril, às 19h30min, quinta-feira, no Monumental. Precisamos apenas de um empate para seguir adiante.



Vídeo:



27/03/2010

Posters e Wallpapers - Grêmio Bicampeão da Libertadores 1995






26/03/2010

GAUCHÃO'10: Grêmio resolve na frente e Victor fecha atrás


Assim como na final da Taça Fernando Carvalho, o jogo contra o Novo Hamburgo ontem no estádio Olímpico não foi fácil, mas saímos vencedores. Com uma atuação de luxo do goleiro Victor, o Grêmio sai fortalecido de uma das partidas mais complicadas da temporada até o momento.

Não era apenas a vitória que estava em jogo, mas a liderança isolada com campeonato, agora nas mão do Imortal. Isso significa que, se mantermos a posição, jogaremos em casa até o fim do turno e, se perdermos no mata-mata, decidiremos o Gauchão em casa.


Primeiro tempo

Benzido depois da final do turno anterior, o Nóia entrou esperto para o segundo jogo contra o Grêmio em 2010. Pressionando desde o primeiro minuto, o time visitante buscou um gol já no início da partida. Mesmo levando perigo, o anilado não logrou êxito e viu o rival ser seu algoz mais uma vez.

Foto: Daniel Marenco
Aproveitando os espaços deixados pelo adversário, o Imortal saiu em contra-ataque,  a bola chegou a Jonas pelo lado direito, sem hesitar, o atacante lançou para Maylson que completou de fora da área para o fundo do gol. O Tricolor abria o marcador e dava um banho de água fria no rival.

Depois do gol o Novo Hamburgo sentiu o golpe, com o adversário desnorteado chegamos novamente aos 10 minutos, Jonas chegou na entrada da área e mandou por cima do goleiro, logo depois mais uma chance desperdiçada pelo atacante. Em boa jogada de Maylson (que está sendo o cara dos últimos jogos), o meia deu um ótimo passe para Jonas que mandou a bola na trave.

Foto: Daniel Marenco
O segundo gol parecia não demorar, e veio logo após os 16 minutos, antes disso o Grêmio perdia outra boa chance, Edilson, em uma cobrança de falta perigosa, mandou a bola direto para o gol, mas Julinho fez a defesa espalmando para escanteio. No lance do gol, um minuto depois, o goleiro anilado não teve o que fazer, Edilson cruzou outra bola para a área e William empurrou para as redes.

Com boa vantagem o Imortal ficou na defensiva, esperando o adversário para sair no contra-ataque. O Novo Hamburgo encontrava dificuldades para furar a defesa gremista, mas aos 46 Victor teve de trabalhar, Márcio Hahn lançou para Gustavo Papa, de cabeça, mandar para o gol, mas o goleiro do Grêmio defendeu sem dificuldades.


Segundo tempo

Na segunda etapa o jogo ficou mais aberto. Logo aos 4 minutos Jonas teve uma grande oportunidade de matar a partida, William mandou uma bola açucarada para o atacante, mas em um lance de azar, mandou a bola por cima do gol. A resposta do Nóia foi imediata, depois da cobrança de escanteio no campo tricolor, Edson Borges cabeceou por cima do gol de Victor, minutos após do lance de Jonas.

Foto: Daniel Marenco
O meio gremista queria trabalhar, e foi assim que empilhamos chances de jogadores do setor. Aos 7 minutos Douglas tentou um chute de longe, o goleiro visitante defendeu. Aos 23 Mithyuê deu um passe de calcanhar para Jonas, que perdeu para a defesa. E aos 24, novamente Mithyuê, agora chutando de fora da área para o gol, passando perto.

Para quem achava que o garoto do futsal já tinha feito muito até então se impressionou ainda mais aos 26 minutos quando Mithyuê deu um passe perfeito para Jonas, dentro da área o atacante se livrou da marcação e mandou para o gol vazio, mas a bola conseguiu, caprichosamente, bater na trave, rolar na linha do gol e sair para fora.

Foto: Daniel Marenco
Apesar de melhor, o Imortal dava espaços para o contra-ataque, em um deles, aos 40 minutos, o Novo Hamburgo conseguiu cavar um pênalti. Na cobrança Victor contra Paulinho, e a muralha se deu melhor, segurando o resultado para os donos da casa. Mesmo assim, dois minutos depois, Kempes (melhor jogador adversário em campo) ficou com uma sobra de bola após confusão na área e mandou a bomba, gol de honra dos anilados.




FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 2 x 1 NOVO HAMBURGO
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)
Data: 25 de março de 2009, quinta-feira
Árbitro: Fabrício Neves Corrêa
Assistentes: José Antônio Franco Filho e Tatiana Freitas
Renda: R$ 136.037
Público: 11.012
Cartões Amarelos: Mário Fernandes e Adilson (Grêmio); Márcio Hahn e Émerson (Novo Hamburgo)
GOLS: Maylson, aos cinco, e William, aos 17 minutos do primeiro tempo; Kempes, aos 42 minutos do segundo tempo;
GRÊMIO: Victor; Edílson, Mário Fernandes (Rafael Marques), Rodrigo e Fábio Santos; Ferdinando, Adilson (William Magrão), Maylson e Douglas; Jonas e William (Mithyuê)
Técnico: Silas
NOVO HAMBURGO: Juninho; Micael (Maiquel), Edson Borges e Claudio Luiz; Chicão (Kempes), Emerson, Márcio Hahn, Edimar, Preto e Paulinho; Gustavo Papa (Juba)
Técnico: Gilmar Iser



Resultado/Próximo jogo

A vitória deu ao Imortal, além de mais três pontos, a 12ª vitória seguida, a liderança isolada do Grupo 1 e a liderança isolada na classificação geral. Agora estamos com 15 pontos, 100% de aproveitamento.

Nossa próxima partida é contra o Esportivo. O jogo é dia 28 de março, no Olímpico, e, infelizmente, pode selar o caixão da equipe de Bento Gonçalves na primeira divisão. Infelizmente, pois existem muitas equipes sem a estrutura do Zebrão, sem torcida e tradição (como o POA, a Universidade e o Avenida), mas quem irá para a banha, pelo jeito, serão os azuis da Serra.



Vídeo:



22/03/2010

Reportagens - Grêmio Campeão da Libertadores de 1995





21/03/2010

GAUCHÃO'10: Vira-vira no Colosso da Lagoa


Com mais uma boa atuação o Grêmio venceu mais um jogo pelo campeonato estadual, depois de sofrer o gol, a equipe não se intimidou e virou para cima do bom time do Ypiranga de Erechim. Embalado por uma grande sequência de vitórias o time que venceu pela Copa do Brasil esta cada vez mais próximo do título gaúcho.

Agora estamos com mais dois jogos pelo Gauchão antes de voltar a competição nacional, grande objetivo do primeiro semestre. Nossos principais rivais na disputa vão se desenhando, Palmeiras, Santos, Atlético Mineiro e Vasco podem surpreender, mas ainda assim, estamos em um patamar elevado.


Primeiro tempo

O jogo iniciou com muita marcação, tanto pelo Grêmio quanto pelo Ypiranga. Os ataques tiveram grande dificuldade no início da partida, foi aí que os chutões começaram a ganhar espaço nas jogadas. Aos poucos todavia, os porto-alegrenses foram chegando.

Foto: Edson Castro
Aos 16 minutos tivemos uma grande chance, Fábio Santos cruzou para Maylson que, de cabeça, mandou a bola para fora, perdendo grande chance. Dois minutos depois o lateral-esquerdo cruzou para William, que também não conseguiu mandar para o gol.

Se destacando nos últimos jogos, Maylson chegou bem no ataque aos 25 minutos. O meia recebeu belo passe de Jonas dentro da área, tirou da defesa e mandou com força em direção ao gol verde-amarelo, mas Marcelo Pitol conseguiu fazer a defesa espalmando para a linha de fundo. O Grêmio ainda conseguiu boa chance com Douglas em um chute de fora da área, aos 35 minutos.

Foto: Edson Castro
Do lado de Erechim, aos 33 minutos, Michael mandou uma bomba pelo lado esquerdo contra o gol de Victor, mas a bola foi na rede pelo lado de fora. Depois foi a vez de Flávio dias quase marcar, aos 40 minutos deu um chute cruzado, mas Rodrigo desviou a bola com o pé.


Segundo tempo

Na segunda etapa o Grêmio começou calmo, enquanto o Ypiranga tentava o abafa. A iniciativa deu resultado, logo no primeiro minuto Airton fez um cruzamento pela direita para Flávio Dias, o atacante se desvencilhou da marcação de Edilson e mandou para as redes.

Foto: Edson Castro
Com o revés os tricolores começaram a atacar mais, aos 12 minutos Jonas lançou para Maylson que, livre pelo meio campo, seguiu até a entrada da área e concluiu, mas o goleiro da casa conseguiu defender. Aos 18 foi a vez de Jonas, o atacante recebeu bom passe de Douglas perto da área adversária, deu um giro e chutou contra o gol, mas Marcelo Pitol, em grande atuação na partida, defendeu.

O gol estava quase saindo, depois das chances aos 12 e 18 minutos, o Grêmio quase fez aos 22. Edilson arriscou o chute de fora da área e obrigou o goleiro verde-amarelo a difícil intervenção, Um minuto depois, de tanto pressionar, o gol veio. Em uma cobrança de falta Jonas mandou direto para as redes, empatada a partida no Colosso da Lagoa,

Foto: Edson Castro
Depois do gol o Tricolor foi em busca da virada, e conseguiu cinco minutos após fazer o primeiro. Em cobrança de escanteio de Edilson, Maylson cabeceou para as redes, os jogadores do time mandante reclamaram de irregularidade, mas a arbitragem validou o gol. No finalzinho da partida o Grêmio fez o terceiro, após pressionar, Jonas recebeu uma bola açucarada de Mithyuê e concluiu para as redes, aos 46 minutos.



FICHA TÉCNICA:
YPIRANGA 1 X 3 GRÊMIO
Local: estádio Colosso da Lagoa, em Erechim (RS)
Data: 21 de março de 2010, domingo
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima
Assistentes:
Alexandre Kleiniche e Carlos Alberto Bittencourt
Cartões amarelos: Ronaldo, Michel, Dinei, Marcelo Pitol e André Luiz (Ypiranga); Adilson, Fábio Santos, Mário Fernandes e Mithyuê (Grêmio)
Cartão vermelho: Marcelo Pitol (Ypiranga)
Gols: Flávio Dias, a 1 minuto do segundo tempo; Jonas, aos 23 minutos do segundo tempo; Maylson, aos 28 minutos do segundo tempo; Jonas, aos 45 minutos do segundo tempo
YPIRANGA: Marcelo Pitol; Tomaz, André Luiz e Ronaldo; Aírton, Pansera, Marcelo Rosa, Michel (Diego) (Giovani) e Vainer; Dinei (Sharlei) e Flávio Dias
Técnico: Agenor Piccinin
GRÊMIO: Victor; Edilson, Mario Fernandes, Rodrigo e Fábio Santos; Adilson, Ferdinando, Maylson (William Magrão) e Douglas; Jonas e William (Mithyuê)
Técnico: Silas


Resultado/Próximo jogo

Com mais uma vitória chegamos ao nosso 11ª triunfo seguido, estamos perto de atingir uma marca dos anos 70, a maior série de vitórias seguidas do clube. O resultado deixa o Grêmio com 12 pontos na 1ª colocação do Grupo 1 e da classificação geral.

Nossa próxima partida é dia 25 de março contra o Novo Hamburgo, o jogo será no estádio Olímpico e é o primeiro após a final do primeiro turno, em que vencemos por 2x1.




Vídeo:  



19/03/2010

Reportagens - Grêmio Campeão da Libertadores de 1983






17/03/2010

CBR'10: Grêmio vence Votoraty e o gramado, mas não evita jogo de volta


Pela segunda fase da segunda maior competição de futebol do Brasil o Grêmio foi a São Paulo, mais precisamente na cidade de Votorantim, enfrentar a mediana equipe do Votoraty, mas o que teve de enfrentar também foi o péssimo gramado do estádio Domênico Paolo Metidieri. Não consigo entender como a CBF aprova jogos em locais daquele tipo, com grama irregular, buracos e arquibancada de madeira, vergonha.

As péssimas condições de jogo impossibilitaram ao Imortal criar muito, mesmo assim saímos com uma grande vantagem para a próxima partida, agora paramos um pouco para o Gauchão novamente, disputamos três jogos pelo estadual e depois receberemos a equipe paulista na Casa Sagrada, vulgo estádio Olímpico Monumental.


Primeiro tempo

Acostumados com o gramado, os jogadores do Votoraty tiveram mais facilidade e foram melhores nos minutos iniciais, mas não venceram a defesa gremista. A dificuldade dos gaúchos podia ser visualizada no grande número de passes errados e pouca posse de bola.

Foto: Marcos Ferreira
Aos trancos e barrancos os tricolores chegaram aos 6 minutos, Ferdinando recebeu uma bola na intermediária e tentou um chute de longe, mas não levou perigo ao adversário. Três minutos depois o inimigo chegou forte, Carlos Magno mandou para Henrique em uma cobrança de falta, o jogador recebeu de cabeça e quase fez, tirando tinta da trave.

Nada pode ser tão ruim que não dê para se adaptar, assim o Imortal foi encontrando-se em jogo, pelos lados do campo o time buscava suas principais jogadas de ataque. Assim, aos 18 minutos, Edilson tentou, depois Adilson tentou cruzar para Maylson que teve a bola tirada dos pés por Alex, três minutos depois do lance anterior.

Foto: Marcos Ferreira
 O Grêmio não conseguiu fazer o gol, mas teve duas boas chances antes do fim da partida. A primeira aos 26 minutos com Maylson, o meia arriscou de longe e obrigou o goleiro a fazer grande intervenção. A segunda no fim do jogo, Edilson cobrou uma falta perigosa, a bola foi em direção do gol, mas saiu raspando.


Segundo tempo

O Grêmio resolveu começar o segundo tempo de forma mortífera, assim chegou ao gol já no início. Aos 5 minutos Edilson cruzou para Jonas pelo lado direito, o atacante não errou e, de cabeça, mandou direto para as redes. Votoraty 0x1 Grêmio.

Foto: Marcos Ferreira
Dois minutos depois o Imortal quase fez o segundo, o que evitaria o jogo de volta, Jonas arriscou o chute contra o gol de Alex, mas o goleiro espalmou. Pouco depois, aos 12, o atacante buscou o seu segundo de novo, desta vez entrou na área e, quando foi finalizar, o goleiro ficou com a bola.

Chegava o final do jogo e o segundo gol não saia, o time sabia da necessidade de evitar a partida de volta para se preservar no campeonato e evitar possíveis suspensões por cartão, além das lesões. O nervosismo só atrapalhou, e os paulistas conseguiram chegar aos 34, mas a mira não ajudou.

Foto: Marcos Ferreira
As últimas chances foram com Jonas. Aos 36 minutos o atacante recebeu boa bola na intermediária, dominou com o peito e chutou perto da área, mas a bola foi para fora. Depois, aos 42, o gremista tentou mais uma finalização, por azar a bola bateu na trave, não deu para evitar o segundo jogo.



FICHA TÉCNICA
VOTORATY 0 x 1 GRÊMIO
Local:
Estádio Domênico Paolo Mettidieri, em Votorantim (SP)
Data: 17 de março de 2009, quarta-feira
Renda: R$ 82.360
Público: 5.238
Árbitro: Renato Cardoso da Conceição (MG)
Assistentes: Jair Félix e Celso Luiz da Silva (ambos de MG)
Cartões amarelos: Henrique e Helder (V); Victor, Edílson, Mário Fernandes, Fábio Santos, Douglas e Ferdinando (G);
Gol: Jonas, aos 6 minutos do segundo tempo.
VOTORATY: Alex; Henrique, Alemão e João Paulo; Carlos Magno, Helder, Francis, Neizinho (Yan) e Marco Aurélio; Paulo Krauss (Marcos Dias) e Anderson Santos
Técnico: Fernando Diniz
GRÊMIO: Victor; Edílson, Mário Fernandes, Rodrigo e Fábio Santos; Ferdinando, Adilson (William Magrão), Maylson (Fernando) e Douglas; Jonas e William (Mithyuê)
Técnico: Silas



Resultado/Próximo jogo

A vitória nos dá a vantagem de passar para a próxima fase com um empate, para enfrentar o Avaí ou o Coritiba.

Nossa próxima partida é pelo Campeonato Gaúcho, o jogo será dia 21 de março contra o Ypiranga, no Colosso da Lagoa em Erechim.




Vídeo:



16/03/2010

Posters e Wallpapers - Grêmio Campeão da Libertadores 1983







15/03/2010

GAUCHÃO'10: Mais uma vítima do Olímpico


Ontem o Grêmio conseguiu mais uma vitória no Campeonato Gaúcho, dessa vez a vítima foi o Internacional de Santa Maria, destaque na partida, Maylson marcou dois gols (como eu disse, ótimo jogador de Gauchão) e Fernando, pela primeira fez no time principal.

Agora damos um tempo no estadual e voltamos os olhos para a Copa do Brasil, nosso próximo jogo será no estado de São Paulo, contra a equipe do Votoraty. Se vencermos por dois gols de diferença eliminamos o jogo de volta mais uma vez, já que conseguimos o feito na primeira fase, na vitória por 3x1 contra a equipe mato-grossense do Araguaia.


Primeiro tempo

Mesmo com desfalques o Grêmio conseguiu vencer brilhantemente a equipe do Inter-SM, com problemas financeiros o clube vermelho não conseguiu formar um grande plantel e agoniza na competição, tem sorte de ter times tão ruins quanto o seu, como Universidade, Esportivo (pena), Avenida e Porto Alegre, mas mesmo assim é o lanterna do segundo turno e pode cair para junto de seu rival, o Rio-Grandense-SM.

Foto: Mauro Vieira
Pressionando desde o início o Imortal teve duas chances de marcar no início da partida. Aos 17 segundos a sensação da partida, Maylson, teve sua primeira participação no jogo, avançou pela direita e mandou para William que desperdiçou boa chance mandando para fora. Pouco depois mais uma bola com chances de gol tocada para a linha de fundo.

O Tricolor queria gol e continuava pressionando. Aos 7 minutos mais uma chance, desta vez a mais clara de todas, desperdiçada, Douglas cobrou escanteio, o goleiro adversário estava batido na jogada, mas, mesmo assim, Maylson mandou para fora.

Foto: Mauro Vieira
O Inter-SM só conseguiu chegar no meio do primeiro tempo, com Anderson Cruz. O jogador visitante bateu forte da intermediária, mas Vistor fez a defesa. O Grêmio só conseguiu responder no final da primeira etapa, mas foi uma resposta precisa, aos 40 minutos Maylson roubou uma bola mal afastada, dominou no peito e mandou para o gol, aberto o placar para nós.


Segundo tempo

No desespero, os visitantes tentaram mais o ataque, buscando pressionar o Imortal, mas, como era extremamente superior na partida, o Tricolor não se deixou intimidar e conseguiu logo seu segundo gol novamente com o destaque do jogo.

Foto: Mauro Vieira
Aos 6 minutos a primeira consequência da falta de zelo da equipe de Santa Maria, com brechas, Douglas viu a possibilidade de contra-atacar, mandou para Jonas que bateu cruzado, mas o goleiro César salvou. Pouco tempo mais tarde mais um erro, Douglas mandou com perfeição para Maylson, o meia entrou com liberdade, venceu a marcação e mandou para fora.

Buscando o gol desde o primeiro segundo de jogo Maylson conseguiu aos 29 minutos. Em uma jogada sua, mandou para Jonas que devolveu a gentileza, com o gol livre o meia não teve dificuldades de ampliar a vantagem e se redimir dos outros gols perdidos.

Foto: Mauro Vieira
Silas tentou algumas modificações, dando mais chances a garotada, colocou Mithyuê e Fernando no time, recém subidos da base os guris não fizeram feio, na verdade fizeram gol. No final da partida Mithyuê cruzou para Fernando que entrou na área e, com categoria, fez o terceiro do Grêmio, sacramentando a vitória.


FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 3 x 0 INTER-SM
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)
Data: 14 de março de 2009, domingo
Renda: R$ 132.375,50
Público: 10.935
Árbitro: Vinícius Costa
Assistentes: Júlio Cesar Rodrigues dos Santos e Cristiano Arlei Hennig
Cartões amarelos: Adilson e Douglas (Grêmio); Djair, Cleitão e Paulo César (Inter-SM)
Gols: GRÊMIO: Maylson, aos 40 minutos do primeiro tempo, e aos 29 minutos do segundo tempo; Fernando, aos 45 minutos do segundo tempo
GRÊMIO: Victor; Edílson, Mário Fernandes, Rodrigo e Fábio Santos; Ferdinando, Adilson, Maylson (Fernando) e Douglas; Jonas (Bérgson) e William (Mithyuê)
Técnico: Silas
INTER-SM: César; Djair, Sananduva, Juliano e Xande (Paulo César); Pio, Cleitão, Elias (Maurício Medeiros), Júlio César (Bruno) e Anderson Cruz; Dudu
Técnico: Bagé


Resultado/ Próximo jogo

Com a vitória permanecemos na primeira colocação, tanto do Grupo 1 quanto geral. Estamos com 9 pontos, 100% de aproveitamento.

Nossa próxima partida não é pelo Gauchão, agora voltamos à Copa do Brasil. Nosso jogo será em São Paulo, contra a equipe do Votoraty, dia 17 de março. Uma vitória por dois gols de diferença nos classifica automaticamente para as oitavas-de-final da competição.



Vídeo:


09/03/2010

Wallpapers - Grêmio Campeão do Mundo



 



Web Page Traffic Counters

Visitantes desde 26/11/2011