Grêmiopédia - A enciclopédia do Grêmio

Acesse nosso novo site, a Grêmiopédia.

Todos os títulos do Grêmio

Como foram os grandes títulos do Imortal, do Mundial até os torneios internacionais.

A Conquista das Três Américas

Conheça a primeira conquista gremista das Américas nos anos 50.

Histórico de Confrontos

Confira o histórico de confrontos do Grêmio contra os mais variados times do Mundo.

Histórico de Campanhas

Histórico de campanhas gremistas na Libertadores, Brasileirão e outras competições.

O Dia em que o Grêmio venceu a URSS

Conheça essa façanha esquecida

31/08/2009

BR'09: Quase um grito de vitória


O que podemos chamar o empate entre Grêmio e Botafogo? O jogo no estádio do Engenhão no Rio de Janeiro acabou com um gol irregular gremista e uma penalidade não marcada para os botafoguenses, o que poderia definir como um bom empate para nós, se não fosse o fato de ter a vitória na mão até 3 minutos antes do final. O que fica é que o Imortal, no geral, saiu no lucro.

O problema da falta de vitórias fora de casa é psicológico, não pode uma equipe que é incontestável em seus domínios cair de produção da forma que cai longe de casa. É preciso fazer uma boa análise sobre a situação, pois se não vencermos fora não seremos campeões e a Copa do Brasil será nossa competição de 2010.


Primeiro tempo

O Botafogo entrou em campo desorganizado, o Grêmio, buscando a primeira vitória fora, foi para cima, dando o ritmo da partida. Apesar do controle, não havia conclusões a gol por parte dos gremistas, principalmente pelos sucessivos erros de passe no meio de campo.

Foto: onmidiabrasil.com
Com os erros do Tricolor os cariocas começaram a tomar confiança, chegando cada vez mais forte no ataque e obrigando a equipe visitante a recuar no campo defensivo. Acuado, o Imortal acabou sofrendo o primeiro gol. Aos 19 minutos, Lucio Flávio cruzou para Reinaldo finalizar e Victor fazer uma bela defesa, mas, no rebote, o botafoguense conseguiu fazer o gol. Botafogo 1X0 Grêmio.

A vantagem acomodou os donos da casa e, no prejuízo, os gaúchos foram ao ataque e empurraram os cariocas para seu campo de defesa. Aos 23 minutos Wellington fez lambança dentro da área, Perea roubou a bola e mandou para Jonas que acertou duas vezes na trave, mas conseguiu fazer o gol. Empatada partida.

O que já não estava bom para o Botafogo quando vencia ficou pior depois do empate, a equipe carioca, nervosa, não conseguia mais jogar e, sob as vais da torcida, viu nos erros gremistas o alívio até o final da primeira etapa de domínio tricolor.


Segundo tempo

No retorno da partida o Grêmio dormiu e tomou o segundo. Logo no primeiro minuto de partida Reinaldo mandou para Victor Simões que partiu e velocidade, passou por Rafa Marques e venceu o goleiro gremista. Apagão geral do time.

Foto: Globoesporte.com
Como na primeira etapa o gol apagou o Botafogo e acendeu o Grêmio. Pressionando em busca do empate o Imortal chegou ao gol aos 12 minutos de partida. Mário Fernandes deixou a bola sair pela linha de fundo, mas o juiz não viu, os jogadores adversários não foram na bola e Jonas estufou a rede alvinegra. Botafogo 2X2 Grêmio.

Minutos depois do empate a bola tocou no braço de Adilson dentro da área, apesar das suplicar botafoguenses o juiz entendeu o lance como normal e não marcou pênalti. Quando o jogo equilibrou novamente foi a vez do Tricolor virar a partida com Souza que cobrou falta na área e mandou a redonda direto para as redes. Virada gaúcha.

Foto: onmidiabrasil.com
Com medo de perder a primeira chance de vitória fora de casa o Imortal ficou só na defesa (técnica que poucas vezes dá certo) enquanto os donos da casa não se entregavam. Na raça e insistência o Botafogo conseguiu o triste empate aos 43 minutos de jogo. Leandro Guerreiro arriscou o chute, a bola bateu em um jogador gremista atrapalhando Victor que não conseguiu defender. Empate desanimador no finzinho.



FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 3X3 GRÊMIO
Estádio: Engenhão (Rio de Janeiro - RJ)
Público Pagante: 10.031 - Público Total: 10.691 torcedores - Renda: R$ 116.857,50
Gol: Jonas, aos 23 minutos do 1° tempo, e aos 12 minutos do 2° tempo, Souza, aos 28 minutos do 2° tempo (GRÊMIO), Reinaldo, aos 19 minutos do 1° tempo, Victor Simões, a 1 minuto do 2° tempo, e Leandro Guerreiro, aos 43 minutos do 2° tempo (Botafogo).
Cartões Amarelos: Souza e Mário Fernandes (GRÊMIO), Lúcio Flávio e Alessandro (Botafogo).
Árbitro: Rodrigo Martins Cintra (SP).
Auxiliares: Márcio Luiz Augusto (SP) e Anderson José de Moraes Coelho (SP).
GRÊMIO : Victor, Mário Fernandes, Rafael Marques, Réver, Bruno Collaço (Lúcio), Adílson, Túlio, Tcheco, Souza, Jonas (Makelele) e Perea (Herrera). Técnico: Paulo Autuori.
BOTAFOGO : Castillo, Alessandro, Juninho, Wellington, Thiaguinho, Leandro Guerreiro, Michael (Jônatas), Lúcio Flávio, Reinaldo (Renato), Victor Simões (Ricardinho) e André Lima. Técnico: Estevam Soares.



Resultado/ Próximo jogo

Com o empate paramos na 9ª colocação, já o Botafogo esta cada vez mais perto da Série B (no 18ª lugar da competição). Nossa próxima partida é em casa, contra o Vitória no estádio Olímpico dia 5 de setembro, um triunfo pode embalar o time no campeonato, vamos torcer!




Vídeo:


Caseiro

ATÉ QUANDO???



29/08/2009

ANTES DO APITO: Agora tem que sair!


AGORA TEM QUE SAIR!


É assim que inicio esse texto, com a frase e o grito de vitória engasgados a mais de vinte rodadas do Brasileirão.

Como nos últimos jogos, somos superiores ao adversário, mas inferiores ao medo do desconhecido, ou seja, do que encontra-se longe dos domínios do estádio Olímpico Monumental. O Grêmio tem a chance de vencer e, quem sabe, galgar o sonho do tri que quase saiu em 2008. Por falar em 2008, o Imortal precisa eliminar o rótulo de péssimo visitante no estado do Rio de Janeiro onde não venceu naquele ano e pena para vencer a tempo para times sem grandes atuações no nacional.

Temos que vencer fora e vencer no Rio, ou seja, duas vitórias em um único jogo, quer mais o que? Grandes emoções estão guardadas para domingo, pois a pressão será enorme em busca do resultado para os dois times, pois o Botafogo também precisa vencer para fugir do Z4.

Segundo o site da Globo, o possível time é Victor, Mário Fernandes, Rafael Marques, Rever, Bruno Collaço, Túlio, Adílson, Tcheco, Souza, Jonas e Perea. Sem grandes novidades se a escalação se confirmar, mas no banco pode estar o coringa do jogo, pois se Lúcio jogar pode ser uma surpresa que, quem sabe, acabaria com a seca de vitórias fora.

Quem viver verá!

26/08/2009

Grêmio 2X1 Barcelona de Guayaquil - Copa José Gonzalez Artigas 1954


Em 1954 o Grêmio disputou a Copa José González Artigas contra dois dos mais tradicionais clubes do Equador, Emelec e Barcelona de Guayaquil. A competição era dividida em 3 jogos, sendo todos contra todos. Na primeira partida o Tricolor venceu a equipe do Emelec por 2X1, na segunda partida, entre os equatorianos, um resultado desconhecido e, no último jogo, mais uma vitória por 2X1 sobre o Barcelona deu o título ao Imortal.

Pouco se sabe sobre a competição, dentre as informações é que foi de grande importância para o futebol do país vizinho, pois foi disputada em meio à proposta de profissionalização dos clubes equatorianos, a qual fez frente Elemec e Barcelona, com resistência da federação nacional. A Taça fez parte da comemoração ao grande passo dado pelo esperte nos anos 50 e está incluída na campanha que o clube gremista considera como “A Conquista das Três Américas”.


Jogos:

13/01/1954
Emelec 1x2 Grêmio

??/01/1954
Barcelona ?x? Emelec

17/01/1954
Barcelona 1x2 Grêmio

Equipe gremista de 1954

25/08/2009

Quem será a próxima vítima?





24/08/2009

BR'09: Quase um ano invicto!


Foi fácil, ao natural, a vitória gremista diante do Atlético Mineiro na fortaleza imperial do Imortal foi mais uma demonstração de que podemos muito mais no campeonato Brasileiro. Mais do que uma vitória, nos credenciamos por vencer uma equipe de qualidade por goleada, devemos agora, embalados com os resultados, vencer fora de casa também em busca do título nacional.

Nossa colocação não é muito boa, o próximo jogo não é muito fácil, mas mesmo assim temos que trazer três pontos de outro lugar que não o Rio Grande do Sul para poder sonhar com um futuro melhor. Com confiança e este futebol apresentado nada poderá nos parar.


Primeiro tempo

Quem começou forte não foi o Grêmio, aos 3 minutos era o Galo Mineiro que assustava a defesa adversária. Em vacilo da defesa, Marcos Rocha entrou livre no campo de ataque visitante, mas, na hora do passe para Diego Tardelli, Victor interceptou.

Foto: Daniel Marenco
O Imortal demorou um pouco para chegar ao ataque, todavia quando chegou balançou as redes. Aos 7 minutos Tcheco, pelo lado esquerdo, lançou a bola na área visitante, Réver subiu sozinho e abriu o marcador para os donos da casa. Logo após os mineiros tentaram o empate, mas Carlos Alberto desperdiçou a chance.

O segundo gol já era prenunciado aconteceu aos 23 minutos, Souza recebeu na área e cruzou para Perea, livre, estava fácil demais, então o colombiano perdeu. Por sorte a bola bateu no travessão, tocou no goleiro Bruno e entrou, uma bela lambança e mais comemoração dos tricolores.

Foto: Fernando Gomes
Depois de tomar dois os alvinegros acusaram o golpe, desorganizados sucumbiram ao domínio azul e, aos 29 minutos, levaram o terceiro. Souza cobrou falta com perfeição e a bola foi direto para o fundo do gol. Até o final da primeira etapa o Grêmio satisfeito e o Atlético acuado resolveram tocar a bola até o apito.


Segundo tempo

Como no início do jogo, foi o Galo que chegou primeiro, com 1 minuto de partida Renan Oliveira recebeu ótimo passe pela esquerda e, próximo da área, arriscou o chute, mas a bola seguiu para a linha de fundo, não foi reação, mas sim um lance isolado.

Foto: Fernando Gomes
Depois de mais uma chance no início o Atlético voltou para a defesa, o Grêmio, ao contrário, foi em busca do quarto. Aos 12 minutos por fim era fechado o caixão dos visitantes, Souza cruzou para Jonas que, dentro da área, tirou do zagueiro e estufou as redes.

Mesmo perto de uma goleada histórica os mineiros não desistiam de atacar em busca do gol de honra. Aos 21 minutos Diego Tardelli obrigou Victor a uma defesa fenomenal e, aos 33, finalmente conseguiram fazer o deles com Evandro, mas foi só.



FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 4 X 1 ATLÉTICO-MG
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)
Data: 23 de agosto de 2009, domingo
Horário: 16 horas (em Brasília)
Árbitro: Wilson Souza de Mendonça (PE)
Assistentes: Ângelo Rudimar Bechi e Kléber Lúcio Gil (ambos de SC)
Cartões amarelos: Bruno Collaço (Grêmio); Jonílson (Atlético-MG)
GOLS: Réver, aos sete, Perea, aos 23, Souza, aos 29, minutos do primeiro tempo; Jonas, aos 12 minutos do segundo tempo; Evandro, aos 33 minutos do segundo tempo
GRÊMIO: Victor, Thiego, Mário Fernandes, Réver; Túlio, Adilson, Souza (Makelele), Tcheco e Bruno Collaço; Jonas (Herrera) e Perea (Douglas Costa)
Técnico: Paulo Autuori
ATLÉTICO-MG: Édson; Marcos Rocha (Evandro), Welton Felipe, Alex Bruno e Thiago Feltri; Jonílson, Renan, Carlos Alberto e Renan Oliveira (Júnior); Éder Luís (Rentería) e Diego Tardelli
Técnico: Celso Roth


Resultado/Próximo jogo

Com a fácil vitória diante dos alvinegros o Grêmio chegou a 31 pontos na 8ª colocação. Uma vitória na próxima rodada pode jogar o Imortal à poucas posições do tão sonhado G4.

Nosso próximo jogo é no Rio de Janeiro (onde não conseguimos vencer de jeito nenhum em 2008), dia 30 de agosto, domingo. O jogo será no estádio do Engenhão contra o Botafogo.




Vídeo:



22/08/2009

Grêmio Campeão da Copa Sul de 1999



No ano de 1999 a Confederação Brasileira de Futebol decidiu criar uma competição para definir as equipes que disputariam a Taça Libertadores da América de 2001. O Brasil detinha quatro vagas, sendo uma da Copa do Brasil (campeão), duas do Campeonato Brasileiro (campeão e vice) e uma, em 99, do vencedor da Seletiva da Libertadores.

Para substituir a Seletiva, que não fez sucesso entre os clubes da entidade, a CBF criou a Copa dos Campeões, dividida em fazes regionais. Apesar de efetivamente jogada, a Copa Sul não concedeu vaga a Seletiva do ano nem para a Copa dos Campeões do ano seguinte, que foi definida (no caso do Sul) pela Copa Sul-Minas.

O torneio regional do Sul do Brasil foi o segundo oficial com a mesma característica, isso porque antes desse foi jogado, nos anos 60, o Campeonato Sul-Brasileiro, igualmente vencido pelo Grêmio.

A competição reuniu 12 times, sendo quatro do Rio Grande do Sul (Grêmio, Internacional, Juventude e Caxias), quatro de Santa Catarina (Criciúma, Tubarão, Figueirense e Avai) e quatro do Paraná (Coritiba, Paraná, Atlético Paranaense e Grêmio Maringá). As equipes foram divididas em três chaves de quatro clubes cada, os jogos da primeira fase foram disputados durante os meses de janeiro e fevereiro, em turno e returno, classificando-se o 1º e o 2º colocados de cada grupo.

O Grêmio conquistou a competição com 7 vitórias, 2 empates e 4 derrotas. Na final enfrentamos o Paraná que havia se classificado juntamente com Internacional na primeira fase e vencido Atlético Paranaense e Coritiba na fase seguinte. Foram jogados três jogos na disputa pelo título, sendo duas vitórias do Grêmio e uma do Paraná, demonstrando mais uma vez que o Tricolor Gaúcho quem manda no Sul do Brasil.



CAMPANHA
Grêmio1X0Tubarão
Coritiba2X1Grêmio
Grêmio2X0Criciúma
Criciúma3X1Grêmio
Grêmio3X2Coritiba
Tubarão0X2Grêmio
Grêmio4X1Juventude
Grêmio1X1Inter
Juventude2X2Grêmio
Inter2X0Grêmio
Grêmio2X1Paraná
Paraná2X0Grêmio
Paraná0X1Grêmio




PRIMEIRA FASE

GRUPO A
EquipePontos Jogos
Coritiba156
Grêmio126
Criciúma66
Tubarão36
  
GRUPO B
EquipePontos Jogos
Inter126
Paraná106
Caxias86
Figueirense46
  
GRUPO C
EquipePontos Jogos
Atlético PR126
Juventude126
Avaí106
Grêmio Maringá16



SEGUNDA FASE

GRUPO 1
EquipePontos Jogos
Paraná0804
Atlético PR0704
Coritiba0104
   
GRUPO 2
EquipePontos Jogos
Grêmio0504
Inter0504
Juventude0504



FINAL

FINAL
Grêmio2X1Paraná
Paraná2X0Grêmio
Paraná0X1Grêmio




 GRÊMIO
PARANÁ
DANRLEI
RÉGIS
_CARLOS
ADÍLSON
RONALDO_ALVES
FERNANDO
SHEIDT
NEY SANTOS
ROGER
REGINALDO_VITAL
CAPITÃO
HÉLCIO
FABINHO
ÉMERSON
GOIANO
LÚCIO FLÁVIO
ITAQUI
EVERALDO
MACEDO
CARLOS DIAS
_ALCINO
FERNANDO DINIZ
CELSO ROTH
MÁRCIO ARAÚJO














Taça da competição




20/08/2009

BR'09: Calma que agora é em casa


Não foi sem querer a derrota, não foi injusta (apesar de o Santos ter jogado tão mal quanto nós), nem houve um “se”. O grupo gremista jogou MUITO mal, quase tão mal quanto os santistas que se salvaram pelo gol.

Podia ter sido mais, apesar de toda a postura desengonçada de Kléber Pereira no ataque o time do interior paulista teve chance para fazer uns 3x0 tranquilamente, principalmente no segundo tempo, onde a equipe gaúcha se socou na defesa somente esperando o adversário. Deprimente.


Primeiro tempo

Não se soube que jogou pior na primeira etapa de jogo, erros e mais erros deixavam expostas as dificuldades dos times em fazer alguma jogada que impedisse o tédio geral das arquibancadas da Vila. A primeira chance de sacudir o jogo foi desperdiçada por Jonas aos 29 minutos, o atacante recebeu a bola e, não conseguindo penetrar na área adversária, arriscou um chute de fora, o goleiro santista quase deixou a bola entrar.

Foto: Globo Esporte
O Peixe era pior, não conseguia produzir rigorosamente nada, uma das estrelas da partida desastrosa era Kléber Pereira, a cara desse Santos. Apesar da falta de vontade e futebol, o clube paulista conseguiu chegar bem aos 31 minutos com Madson, que marcou um gol legal invalidado pelo juiz.

Aos 35 Rafael Marques quase guarda uma contra o próprio patrimônio, mas a bola bateu no travessão (esse zagueiro é um perigo). No rebote Kléber Pereira tentou um voleio, mas faz um lance sem comentários.


Segundo tempo

Na segunda etapa o Santos voltou muito mais ofensivo e o Grêmio sumiu na defesa. Logo aos 6 minutos Neymar quase marcou o primeiro, o garoto conseguiu se livrar de dois marcadores e, na hora da conclusão, Victor salvou.

Foto Blog Grêmio Imortal
O Tricolor queria, mas não conseguia formar contra-ataques perigosos. A postura de equipe do interior gaúcho custou caro, aos 34 minutos George Lucas mandou na cabeça de Ganso que só teve trabalho de mandar para as redes.

Antes acuado, agora perdido, com o gol os visitantes simplesmente morreram em campo. A partida que já estava feia ficou anda pior com as saídas desordenadas da equipe, as vezes resultavam em alguma pressão, mas na esmagadora maioria somente torrava o resto do tempo para uma reação, até que se esgotou.



FICHA TÉCNICA
SANTOS 1 X 0 GRÊMIO
Local:
Estádio Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 19 de agosto de 2009, quarta-feira
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)
Assistentes: Cristhian Passos Sorence e João Patrício de Araújo (ambos de GO)
Renda: R$ 103.710,00
Público: 6.499 pagantes
Cartões amarelos: Eli Sabiá e Róbson (Santos); Rafael Marques, Jonas e Adílson (Grêmio)
Cartão vermelho: Rafael Marques (Grêmio)
Gols: SANTOS - Paulo Henrique Lima, aos 35 minutos do segundo tempo
SANTOS: Felipe; George Lucas, Fabão, Eli Sabiá e Pará (Triguinho); Rodrigo Mancha, Rodrigo Souto, Germano (Neymar) e Paulo Henrique Lima; Madson (Róbson) e Kléber Pereira
Técnico: Wanderley Luxemburgo
GRÊMIO: Victor; Mário Fernandes, Léo (Joílson), Rafael Marques e Bruno Collaço; Rever, Adílson, Tcheco (Willian Thiego) e Souza; Perea e Jonas (Douglas Costa)
Técnico: Paulo Autuori

 

Resultado/Próximo jogo

Com a derrota estamos na 9ª colocação com 28 pontos e continuamos sem vencer fora na competição. Em dez jogos o Grêmio tem oito derrotas e dois empates.

Nossa próxima partida é dia 23 de agosto, domingo. O jogo será no estádio Olímpico contra a equipe do Atlético Mineiro, às 16h.



Vídeo:



19/08/2009

ANTES DO APITO: Vencer o "quase" invencível Peixe da Vila


SANTOS VS GRÊMIO

Bem agora é a prova dos sete, o Grêmio tem a chance de começar a sonhar pelo título a partir desta rodada contra o Santos na Vila Belmiro. Além de um adversário tradicional, sem muita qualidade confesso, mas com uma grande história que faz com que vejamos o time com possibilidades de sempre ser perigoso, ainda mais em seu estádio e com o Grêmio em seu atual retrospecto como visitante.

Vencer fora de casa é um desafio e tanto para o gigante Grêmio do Olímpico e o minúsculo Grêmio visitante, mas além de vencer fora temos o desafio de vencer o Peixe na Vila. Em toda a história do Estádio do Alvinegro Praiano, repito, em toda a história, somente uma vez um time gaúcho venceu uma partida, ou seja, o Grêmio. O rival Internacional e o Juventude jamais venceram em tal estádio!

Então digo que, além do desafio de vencer fora de casa, temos o desafio de vencer o Santos em seu estádio, fato pouco corriqueiro no futebol gaúcho. Assim, tirem suas conclusões, mas a minha é de jogo feio e truncado, espero que seja a favor do Imortal e não que a praga de 2009 se repita como vem se repetindo.

17/08/2009

BR'09: O Imperador aqui é Victor



Uma vitória para demonstrar a força do Grêmio. Não existe resposta que justifique as atuações fora de casa frente às demonstrações de força que a equipe apresenta no Olímpico Monumental. A qualidade do time é nítida, jogamos com imposição de vencedor, como sempre jogamos na querência.

Não só vencemos o maior clube do Rio de Janeiro, como também um dos melhores planteis do atual futebol nacional. Adriano, vulgo Imperador, descobriu que nestas terras pampeanas, o verdadeiro IMPERADOR é VICTOR.


Primeiro tempo

O Flamengo foi superior na primeira etapa, por sorte temos o melhor goleiro do Brasil, Victor fez defesas milagrosas e deixou Adriano mais pequeno que o nosso “grande” jogador Perea.

Foto: Mauro Vieira
Mesmo melhor, foi o Rubro-negro carioca que deixou suas redes balançarem primeiro. Aos 15 minutos de partida Jadilson cruzou pela esquerda para Perea que, de cabeça, mandou a bola para o gol adversário. Finalmente conseguiu fazer um!

Os cariocas responderam da pior forma possível. Dez minutos depois do Grêmio abrir o marcador, Adriano mandou uma bola perfeita para Everton, o adversário não pensou duas vezes e chtou a bola mançamente para as redes.

Depois do gol visitante cresceu imensamente a figura de Victor, a Muralha Tricolor pegou todas. Aos 33 minutos o goleirão salvou uma bola que estava indo nos pés de Adriano e, aos 35, o centroavante flamenguista ficou cara a cara com o goleiro que conseguiu tirar a redonda do inimigo.

Foto: Mauro Vieira
Aos 41 o Grêmio quase conseguiu passar a frente novamente, com Réver de cabeça, até então só o goleiro gremista fazia jogadas milagrosas. Milagre mesmo o Número 1 fez aos 42, em uma jogada de craque de Adriano, o centroavante mandou a bola açucarada para Emerson Sheik, que entrou livre, mas Victor evitou o segundo flamenguista.

No final do primeiro tempo muita reclamação com a arbitragem, primeiro devido a um pênalti não marcado e segundo devido a nítida displicência do juiz pelas faltas que foram cometidas seguidamente sobre os jogadores mandantes.



Segundo tempo

O Grêmio começou a segunda etapa pressionado. Logo aos 4 minutos duas chances de marcar, primeiro Jonas mandou um chute perigoso contra Bruno, que defendeu; depois, na cobrança de escanteio, Rafa Marques cabeceou para mais uma defesa do goleiro.

A insistência teve efeito aos 12 minutos de partida com Réver, o zagueiro tabelou com Douglas Costa, recebeu à frente de Bruno e mandou a bomba, goleirinho frangueiro, aprende com VICTOR. Não deu outra, a bola estufou a rede rubro-negra e o Olímpico ferveu.

Foto: Mauro Vieira
Com a vantagem, o Imortal continuou no ataque, mas também foi pressionado pelos cariocas que queriam evitar a derrota. Aos 34 minutos Perea conseguiu cavar um pênalti, foi derrubado por Aírton, na cobrança, Jonas mandou para o gol.

Já estava bom, mas ficou ainda melhor. Um minuto após fazer o gol na penalidade máxima, David derrubou outro gremista na área, mais um pênalti. Na cobrança mais uma vez Jonas e mais uma vez gol. Fim de papo, VALEU VICTOR!!



FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 4 x 1 FLAMENGO
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)
Data: 16 de agosto de 2009 (Domingo)
Árbitro: Paulo César Oliveira (Fifa-SP)
Assistentes: Carlos Berkenbrock (Fifa-SC) e Marcelo Van Gasse (SP)
Cartão amarelo: Joilson, Adilson, Túlio e Jonas (G); Émerson, Willians e Adriano (F)
GOLS GRÊMIO: Perea, aos 15 minutos do primeiro tempo, e Réver, aos 11, e Jonas, aos 36 e aos 42 minutos do segundo tempo;
GOL FLAMENGO: Everton, aos 25 minutos do primeiro tempo
GRÊMIO: Victor; Mário Fernandes, Léo, Rafael Marques e Jadilson (Bruno Colaço); Réver, Adilson, Túlio e Douglas Costa (Joilson); Jonas e Perea (Maylson)
Técnico: Paulo Autuori
FLAMENGO: Bruno; David, Airton e Ronaldo Angelim; Everton Silva (Dênis Marques), Willians, Lenon, Fierro (Camacho) e Éverton; Emerson e Adriano
Técnico: Andrade



Resultado/Próximo jogo

Com o resultado estamos quase fechando um ano de invencibilidade no Olímpico. A vitória alivia a pressão tricolor, com 28 pontos na 7ª colocação o Grêmio respira em busca de uma reação no campeonato.

Nosso próximo jogo é fora de casa, o Imortal enfrentará a perdida equipe do Santos, mas, como é na Vila Belmiro e o time não joga bem longe de casa, tudo pode acontecer. O jogo será na quarta-feira, dia 19 de agosto, ás 21h30min.





Vídeo:

10/08/2009

PRIMEIRO POST


Criar um blog que fale sobre o Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense é, por si só, um desafio e uma obrigação de excelência que muitos blogueiros, inclusive eu, tem grandes dificuldades de apresentar. Não por menos que a cada post novo vamos evoluindo e aumentando o Q de nossas afirmações.

Não sendo só a dificuldade natural de postar com qualidade temos pela frente um ambicioso objetivo de ser a maior enciclopédia virtual do Imortal Tricolor. A idéia é postar pesquisas sobre os títulos menos conhecidos, jogos históricos, momentos marcantes já esquecidos, façanhas e recordes, além de buscar novas notícias, um verdadeiro mix do passado com o presente do nosso amado clube.

Eu que vos falo, Diego Salton, serei aquele que postará a maioria do conteúdo do blog, mas terei como colaboradores eventuais Matheus da Silveira, Tiago e Miguel Fachini.


Com o Grêmio onde o Grêmio estiver. Assim disse a IMORTALIDADE.

O Blog

Sobre o Blog:

O ClicGrêmio foi criado em 10 de agosto de 2009, com o intuito de divulgar com autenticidade o clube mais amado do Rio Grande do Sul, o Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense.


História:

O blog ClicGrêmio é a reformulação de outro blog que futuramente será desativado. Em 2008 foi criado o Diário Tricolor, com notícias diversas sobre o Grêmio, mas não se atingia nenhum tipo de objetivo, dado que somente retransmitia notícias de outros sites da internet. Era pouco para a grandiosidade do nosso clube, precisava mais.

Depois de algum tempo decidiu-se pela criação de um novo blog, que deveria conter notícias, imagens, piadas, criticas e etc, criadas pelos próprios claboradores, de forma a termos um ambiente realmente diferenciado na Internet. Com isso nasceu o ClicGrêmio.

Começamos com notícias sobre o Tricolor, depois passamos a agregar conteúdos como as camisas, equipes e taças desde 1903, seguindo para o histórico de confrontos do Grêmio contra os mais diversos times do Mundo e rankings de todas as espécies. Hoje estamos cumprindo o grande objetivo de contar um pouco sobre todos os torneios, campeonatos e copas que o Imortal participou (não só as vencidas, mas também as que paramos no meio do caminho), fato inédito em qualquer blog sobre o clube.

É assim que seguimos, revivendo a história do Grêmio sem esquecer o presente e o futuro, pois a caminhada desse clube é bela demais para ser esquecida ou ignorada, ainda mais pelos gremistas.


Objetivo:

Nosso objetivo é ser uma enciclopédia online do Grêmio, com a história, vídeos e estatísticas pretendemos reviver a jornada do Imortal a cada dia. Como não vivemos apenas de passado, disponibilizamos notícias, vídeos, wallpapers e outros conteúdos para que o torcedor possa se manter sempre informado do que acontece com o Tricolor.


Contato com a Moderação




Produziu um texto, uma montagem, um wallpaper, tem um blog e etc? Gostaria de divulga-lo em nosso blog? Contate conosco! Unidos somos mais fortes por um Grêmio ainda maior!







Participe conosco divulgando o Imortal!

Web Page Traffic Counters

Visitantes desde 26/11/2011